Segundo Alberto Fernández, que lidera corrida presidencial, serão investidos US$ 300 milhões

Candidato líder das pesquisas para presidente na Argentina, Alberto Fernández ainda não foi oficialmente eleito, mas já começa a fazer anúncios de cunho governamental. Nesta semana, logo depois de se reunir com dirigentes locais da General Motors, o presidenciável confirmou que a fábrica do grupo em Santa Fé, na região centro-leste do país, abrigará a produção de um novo modelo a partir de 2021. Fernández classificou a novidade como “una nueva camioneta de Chevrolete confirmou que US$ 300 milhões serão investidos. O anúncio faz parecer se tratar de uma picape, mas na verdade trata-se da nova geração do Tracker. 

Galeria: Chevrolet Tracker 2020

Na prática, os planos para produção deste novo modelo não são exatamente novos, pois datam do final e 2017. Na época, a própria Chevrolet confirmou o investimento de US$ 300 milhões na fábrica e US$ 200 milhões na cadeia de fornecedores. O que ocorre agora é uma espécie de renovação simbólica do compromisso, tendo em vista a vitória iminente de Alberto Fernández sobre o atual presidente Mauricio Macri. A General Motors, inclusive, foi a primeira grande montadora instalada na Argentina a se reunir com Fernández. "Com a gente será possível trabalhar", disse o presidenciável a executivos locais da empresa.

Inaugurada em 1997, a fábrica da Chevrolet tem Santa Fé já abrigou a produção dos modelos Corsa, Classic e Agile. Atualmente, é responsável pela montagem dos médios Cruze e Cruze Sport6 para toda a região, em especial para o Brasil. O novo Tracker, se realmente confirmada a informação, chegará para agregar volume às operações da unidade e, naturalmente, terá o mercado brasileiro como principal destino. 

Fonte: Autoblog Argentina 

Post atualizado às 14h com a informação de que se trata do Tracker, e não da picape sub-S10, que deverá ser feita em São José dos Campos (SP).