Protótipos foram submetidos a testes em situações adversas, incluindo areia e montanhas

Apesar da proximidade do lançamento e do vazamento constante de informações, a Land Rover ainda não parou de submeter protótipos da nova geração do Defender aos mais variados testes. Prova disso foi a ação realizada recentemente em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, que colocou à prova o sistema de tração 4x4 do utilitário nos mais diferentes e adversos terrenos.

A expedição foi tocada em parceria com especialistas da Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV), entidades que mantêm parceria com a Land Rover há mais de 65 anos. Na ocasião, uma nova aliança global de três anos foi acertada, com foco em iniciativas de prevenção e resposta a desastres.

Galeria: Land Rover Defender 2020 - Testes Cruz Vermelha

Segundo a marca, os especialistas da FICV tiveram a oportunidade de explorar protótipos de pré-produção do novo Defender por dentro e também no fora-de-estrada, com destaque para provas realizadas na areia, asfalto e curvas acentuadas em montanhas. Além disso, o SUV encarou subidas íngremes e declives característicos da região, temperaturas acima de 40 graus, os icônicos hairpins da estrada Jebel Jais e atitudes de quase 2.000 metros.

A ação faz parte do programa de desenvolvimento da nova geração do Defender. Até agora, os protótipos já cobriram mais de 1,2 milhão de quilômetros em testes, incluindo a iniciativa de uma semana com o projeto de caridade de conservação da vida selvagem em Tusk, no Quênia, e a dinâmica apresentação no famoso festival de Goodwood, na Inglaterra. 

Finalizada essa bateria de testes, a nova geração do Defender estará pronta para chegar ao mercado - o que deve acontecer por volta do mês de setembro. Vale lembrar que, além do Quênia, testes intensos também foram realizados nos Estados Unidos, Reino Unido, Dubai e até no circuito alemão de Nürburgring. A produção será concentrada na nova fábrica da empresa em Nitra, na Eslováquia.

Fonte: Land Rover