Propaganda sugere que Tiggo7 venceu comparativo contra Toyota RAV4 e Honda CR-V, em reportagem que nunca existiu

A propaganda de televisão do novo Tiggo7, da Caoa Chery, une duas reportagens de assuntos diferentes, sendo uma de mercado do Motor1.com e outra um comparativo da revista Quatro Rodas. Na peça, é informado que o SUV chinês deixou o Honda CR-V e o Toyota RAV4 para trás, e que ele também superou o Jeep Compass. O que você entende com isso? De duas, uma: ou que o Tiggo7 venceu um comparativo contra esses três modelos ou então que vendeu mais do que eles, certo? Pois a história não é bem assim.

Caoa-Chery Tiggo7 (lançamento)

A reportagem do Motor1.com em questão é sobre a análise de vendas do segmento de SUVs médios em maio de 2019. O texto diz que, de fato, o Tiggo7 vendeu mais que o Toyota RAV4 e que o Honda CR-V naquele mês, com 150 unidades para o modelo chinês, contra 144 do Toyota e 68 do Honda. Já o líder da categoria Jeep Compass foi responsável 5.071 emplacamentos, dominando 50% do segmento.

Já a reportagem da revista Quatro Rodas comparou o Tiggo7 ao Jeep Compass Sport, com vitória do SUV da Chery. Acontece que a Caoa juntou as duas reportagens e fez com que o espectador entendesse que o comparativo também reuniu os japoneses RAV4 e CR-V. Ou, no caso da matéria do Motor1.com, que o Chery superou as vendas também do Jeep Compass. Na verdade, o Tiggo7 não fez nem uma coisa, nem outra. A Quatro Rodas também publicou um esclarecimento sobre a distorção feita na peça publicitária.

Esta não é a primeira vez que falta lisura da Caoa em propagandas. Quem não se lembra da polêmica envolvendo o Hyundai Veloster? O hatch de três portas era propagado como tendo 140 cv no motor 1.6, a mesma potência do modelo do exterior (que usava um 1.6 de injeção direta), enquanto na verdade o 1.6 daqui era o mesmo do HB20, com 128 cv. Isso sem falar no Hyundai i30 com 8 airbags (quando na verdade eram 6) e no próprio preço do i30 completo, que foi anunciado por R$ 59 mil e na verdade era o valor sem nenhum opcional - entre outras "melhorias" e "prêmios" que só existiam nos anúncios.

Caoa Chery Tiggo 7 - Comercial enganoso
A mensagem que aparece no final da propaganda do Tiggo7.

A própria política de carros para avaliação da imprensa é "sombria" na Caoa. Sem uma frota específica, a empresa faz empréstimos esporádicos para somente alguns órgãos. É por isso, por exemplo, que o Tiggo7 nunca pôde ser comparado ao Toyota RAV4 e ao Honda CR-V pelo Motor1.com, como a Caoa dá a entender em sua propaganda.

Fotos: divulgação   

Galeria: Caoa-Chery Tiggo7 (lançamento)