Citroën repõe equipamentos na terceira mudança desde o lançamento

Depois de realizar pelo menos duas modificações no intervalo de apenas 6 meses, a Citroën parece que conseguiu estabilizar a oferta do C4 Cactus em versão exclusiva para o público PCD. Após lançar o modelo na versão Feel em setembro, trocar pela Live em novembro e novamente voltar à Feel em janeiro, a marca anuncia agora que a variante disponibilizada para o público deste segmento será a Feel Business. A diferença se dá basicamente pela oferta extra de equipamentos de série (que foram perdidos ao longo das várias mudanças), com preço oficial mantido em R$ 69.990 (valor que cai para R$ 55.228,47 com a aplicação dos descontos e isenções).

Galeria: Citroën C4 Cactus Feel Business

A partir de agora, a lista de equipamentos de série passa a incluir itens que haviam sido excluídos, tais como volante multifuncional, faróis de neblina, piloto automático e rodas de liga leve de 17 polegadas, além dos já oferecidos central multimídia de 7 polegadas com câmera de ré, ar-condicionado digital e alarme. Completam o pacote os controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, direção elétrica, retrovisores com ajuste elétrico, sensor de pressão dos pneus e vidros elétricos dianteiros e traseiros com função one touch. Na prática, o conteúdo passa a ser o mesmo da versão Feel original anunciada no lançamento do carro em 2018.

Sob o capô, a motorização segue a mesma: propulsor 1.6 16V FlexStart aspirado com potência de 122 cv a 5.800 rpm e 16,4 kgfm de torque a 4.000 rpm, com etanol, sempre em conjunto com o câmbio automático de 6 marchas. Já o motor 1.6 turbo de 173 cv e 24,5 kgfm está disponível somente na versão Shine, a partir de R$ 95.990, valor que o deixa fora do limite de R$ 70 mil para receber todos os descontos para PCD.

Fonte: Citroën