Além do motor 1.4 TSI completo para o México, componentes do 1.0 TSI vão para a Europa

Além de carros prontos, o mercado brasileiro desponta como um exportador também de componentes para abastecimento de outros mercados. A fábrica de motores da Volkswagen em São Carlos, interior de São Paulo, envia os motores 1.4 TSI completos para o México para equipar Jetta e Golf que chegam aos Estados Unidos, e componentes do 1.0 TSI para a Alemanha. 

A VW começa a exportar o cabeçote do 1.0 TSI (família EA211) para a Alemanha, sendo que enviou em 2018 5 mil virabrequins (peça onde são presas as bielas e pistões) e 90 mil blocos do mesmo motor. Serão 2.350 cabeçotes exportados em 2019 para a linha de Chemnitz, Alemanha. 

Galeria: Volkswagen T-Cross 200 TSI Comfortline

A fábrica de São Carlos foi inaugurada em 1996 e produz os motores 1.0 TSI, 1.0 MPI, 1.4 TSI e o 1.6 MPI (16 válvulas), além do EA111, o 1.6 de 8 válvulas do Gol, Voyage, Fox e Saveiro.