Apesar do design externo retrô, compacto EV terá cabine carregada de modernidade

Depois de novas fotos e detalhes sobre o conjunto mecânico, a Honda continua a apresentação do compacto elétrico E 2020 com a divulgação de uma série de vídeos internos. Nas imagens, a marca apresenta o funcionamento das telas digitais de 12,3" do painel e comprova que, apesar do design externo com inspiração retrô, o interior do modelo será carregado de tecnologia e modernidade. Em uma seção específica relacionada às configurações do carro, o sistema dá uma visão em 360 graus do carro e facilita o acesso à funções como configurações de porta/janela, acesso sem chave, posição do banco do motorista, entre outros.

Galeria: Honda E - Sistema de entretenimento

Falando em acesso sem chave, a Honda explica que o modelo virá equipado com um dispositivo que permitirá travar e destravar as portas através de um smartphone. Será possível até mesmo programar a chave digital para enviar alertas sempre que o veículo for movido sem o conhecimento do motorista. As demais funções da tela incluem assistente pessoal, sistema de áudio com Bluetooth, câmera com múltiplas ângulos e até conectividade HDMI, além de uma central de aplicativos onde os motoristas poderão fazer download de uma série de dispositivos para incrementar os recursos do próprio sistema de entretenimento.

Honda E - Sistema de entretenimento

Há poucas semanas, a marca adiantou dados importantes sobre o conjunto mecânico, incluindo 150 cv de potência, torque (instantâneo) de 30,6 kgfm, bateria com 35,5 kWh de capacidade e autonomia de 200 km. Detalhes sobre desempenho e performance não foram revelados, mas a revista britânica Autocar já dirigiu um dos protótipos e adianta que a aceleração de 0 a 96 km/h ficará na casa dos 8 segundos. A dirigibilidade também será um dos pontos fortes do modelo, especialmente por conta da plataforma inteiramente dedicada a veículos EVs que, entre outros atributos, reúne tração traseira, suspensão independente, baixo centro de gravidade e distribuição de peso na proporção 50:50.

A Honda diz ainda que a bateria terá carregamento rápido através dos mais modernos tipos de conexão. Na prática, será possível completar até 80% da carga em apenas 30 minutos. O lançamento está confirmado para o final do ano e, até agora, a Honda diz ter recebido mais de 31 mil manifestações de interesse em relação ao modelo. Na Europa, o Renault Zoe será o principal concorrente.

Fonte: Honda