Modelo terá versões de cabine simples e dupla, além de motores diesel e gasolina

Um dos assuntos mais especulados dentro da Kia, o lançamento de uma inédita picape média parece que finalmente sairá do papel no início da próxima década. Em reportagem recente, o site australiano CarAdvice adianta que a tão aguardada novidade chegará ao mercado entre 2022 e 2023 e terá a missão de enfrentar rivais de peso, como Toyota Hilux e Ford Ranger. O modelo é um desejo de longa data de concessionárias da marca de várias países, especialmente da própria Austrália. Por lá, picapes de porte médio representam mais de 20% do mercado como um todo, o que torna estrategicamente imprescindível ter um representante na categoria.

Galeria: Picape Kia - Projeção

O lançamento é motivado ainda pelo crescimento vivido localmente pela marca nos últimos. A Kia atualmente é a 6ª colocada no ranking geral e já ameaça o 5º lugar da Ford por lá. A chegada de uma picape atrairia novos clientes e levaria a montadora a alcançar patamares ainda mais elevados. É nesse sentido que comemora Damien Meredith, diretor das operações da empresa na Austrália. Segundo o executivo, "há boas notícias nas conversas mantidas com a matriz" e, apesar do lançamento ainda consideravelmente distante, "há muita confiança no projeto". A expectativa é alcançar de 8% a 10% de participação na categoria, o que representaria cerca de 20.000 unidades ao ano (aproximadamente 1/3 de tudo o que a marca vendeu no país em 2018).

A ideia gira em torno de um modelo completo, ou seja, com opções de cabine simples e dupla, oferta de motores diesel e gasolina e tração 4x2 e 4x4. Demais detalhes ainda são desconhecidos, mas levando em conta essas características apostamos no lançamento de um modelo tradicional com construção sobre chassi. Na prática, seria um projeto independente daquele que a Hyundai desenvolve nos Estados Unidos e que dará origem à picape Santa Cruz, com estrutura monobloco. Aguardemos.

Fonte: CarAdvice