Apresentação é esperada para outubro

A Nissan ainda quer colocar o X-Trail nas concessionárias brasileiras. O problema é que o SUV médio está para mudar de geração e, por isso, não compensa investir agora para trazer um modelo que ficará desatualizado em poucos meses. A confirmação foi feita por Humberto Gómez, diretor de marketing da Nissan do Brasil, em entrevista ao Motor1.com.

Galeria: Nissan X-Trail 2018

“O custo para nacionalizar o veículo e homologar é muito alto, então não vale a pena fazer tudo isso agora”, afirmou Gómez, após ser questionado se a fabricante estava esperando a troca de geração do Nissan X-Trail para trazê-lo ao país. Embora a montadora não confirme oficialmente, a apresentação do carro é esperada para o mês de outubro, durante o Salão de Tóquio (Japão). Quando perguntamos se o SUV faria sua estreia no evento, Gómez apenas riu e desconversou.

Manterá a plataforma modular CMF-C/D, a mesma usada no Renault Koleos. Isso deve fazer com que tenha medidas próximas do atual, que tem 4,69 m de comprimento, 1,82 m de largura, 1,73 m de altura e 2,70 m de entre-eixos. Deve continuar a ser oferecido nas versões de 5 e 7 lugares. Seu design será uma evolução do atual, incorporando elementos do conceito Xmotion mostrado no Salão de Detroit 2018.

A principal mudança estará na motorização. A mídia especializada japonesa adianta que ele receberá o sistema e-Power, sendo movido por um motor elétrico e usando uma unidade a combustão como gerador. Rumores dizem que terá 136 cv e 32,6 kgfm de torque máximo. Outra informação que circula na internet é que a Nissan estaria mirando em um consumo médio de 23 km/litro conforme o ciclo de testes do governo japonês, o que superaria os 22 km/litro do X-Trail Hybrid vendido atualmente.

Galeria: Nissan Xmotion Concept

Outra novidade será a adição do sistema de condução semi-autônoma ProPILOT 2.0, o mesmo utilizado pelo novo Nissan Skyline. Com ele, o carro pode andar pelas rodovias japonesas sem que o motorista tenha que manter as mãos no volante. O condutor só terá que agir em interseções, caso tenha que parar por causa de algum obstáculo (como um pedágio) ou quando for sair da estrada.

O esperado é que o novo Nissan X-Trail comece a ser vendido no Japão já em novembro, apenas um mês depois da apresentação no Salão de Tóquio. A fabricante deve começar o processo de homologação e nacionalização logo em seguida. O mais provável é que ele seja mostrado ao público no Salão do Automóvel de São Paulo de 2020, mas comece a ser vendido somente em 2021.

'