Ford lançou Ranger reestilizada e mostrou o novo SUV do Fiesta

A Ford mais uma vez dominou as notícias do setor automotivo nesta semana. Enquanto no Mercosul a marca lançou a Ranger 2020, com mudanças visuais e técnicas, na Europa ela mostrou o novo SUV do Fiesta, que resgata o nome Puma e ficará acima do EcoSport. Já no Brasil, o Renault Sandero reestilizado foi flagrado nas versões Stepway e RS, à espera do lançamento. E quem chegou às lojas foi a nova geração do Hyundai Azera. Veja essas e outras notícias a seguir:

 

Ford renova Ranger e revela novo SUV do Fiesta

Ford Puma 2019 - Fotos oficiais

Semana movimentada para a Ford. Na Argentina, a marca realizou o lançamento da Ranger 2020 para o Mercosul, inspirada na versão australiana. Se as mudanças visuais foram tímidas, concentradas na dianteira, a suspensão foi recalibrada (deixando a rodagem mais macia) e chegaram novos itens de tecnologia, como piloto automático adaptativo agora com leitura de placas de velocidade. Por sua vez, a Ford Europa mostrou o Puma, novo crossover derivado da plataforma do Fiesta. Com design esportivo, motor 1.0 Ecoboost de até 155 cv e um interior refinado, com direito a cluster digital, o modelo será posicionado acima do EcoSport. Infelizmente, tem poucas ou nenhuma chance de Brasil. Mas a Ford fará, pelo que apuramos, um anúncio em julho para falar sobre o próximo SUV da marca para o Brasil. Todas as evidências apontam para o novo Escape, que chagaria em 2020 vindo dos EUA

 

Sandero 2020 é flagrado nas versões Stepway e RS

Renault Sandero 2020 - Flagra sem camuflagem

Cerca de um ano e meio após a divulgação das patentes do design pelo INPI, o Sandero 2020 está pronto para chegar às lojas. E o primeiro flagra do hatch sem camuflagem confirmou o desenho dos registros, em especial das lanternas duplas, que agora invadem a tampa do porta-malas. Além do estilo renovado, que terá mudanças também na frente (veja o esportivo RS), tanto o Sandero quanto o Logan vão receber o câmbio automático CVT ligado ao motor 1.6, como no Duster. O sedã, aliás, vai estrear uma versão aventureira nos moldes do Stepway. O lançamento será no fim de julho.  

 

Hyundai lança novo Azera no Brasil

Hyundai Azera 2020 (Brasil)

Mostrada no Salão do Automóvel, a nova geração do Azera chegou às lojas brasileiras. Em versão única com motor 3.0 V6 de 261 cv e câmbio automático de 8 marchas, o sedã tem preço de R$ 269.990. O grande destaque fica por conta da lista de equipamentos, que inclui 7 airbags (dianteiros, frontais, laterais, cortinas e de joelho para o motorista), central multimídia com tela de 8” e Android Auto e Apple CarPlay, sistema de som Infinity, câmera 360°, carregador de celular por indução, faróis e lanternas em LED, volante de couro com aquecimento, bancos de couro com ajuste elétrico para motorista e passageiro, sistema start-stop, partida por botão, controle de cruzeiro adaptativo, sensor de ponto cego, sensor de chuva e de luminosidade, rodas de liga leve de 19” e mais. 

 

Fiat Argo Sting e Cronos Sport vão se tornar série especial

Fiat Cronos Centenario

Também exibidas no Salão do Automóvel, as versões conceituais Argo Stinger e Cronos Sport vão virar série especial no segundo semestre. Ambas terão itens para valorizar a esportividade, como spoilers e saias laterais, mas a mecânica deverá ser a mesma de sempre: motor 1.8 ligado ao câmbio automático de 6 marchas. O propulsor 1.0 turbo T3 só virá em 2021.  

 

C4 Cactus e Camaro subiram no telhado

Citroën C4 Cactus Shine

A Citroën surpreendeu ao anunciar, na Europa, que o C4 Cactus não terá uma nova geração. De acordo com um alto executivo da PSA, o substituto será um carro diferente no conceito e no design, e que adotará também um nome inédito. Já no Brasil, onde o modelo ainda é recém-lançado, ele deve ganhar vida independente, como aconteceu com o nosso C3, e seguir em separado do europeu. Outro modelo que teve o futuro colocado em xeque nesta semana foi o Camaro. Informações de fontes ligadas à Chevrolet afirmaram que a equipe que cuidava da próxima geração do esportivo foi realocada em outros projetos e o carro atual não passará de 2023. 

Fotos: divulgação, reprodução e arquivo Motor1.com