Com lançamento previsto para o começo de 2020, ela aparece pela primeira vez com a carroceria definitiva

A futura picape compacta da Fiat, que pode também ser chamada de Nova Strada, começa enfim a rodar em testes com a carroceria definitiva. É o que mostra o flagra do site Autossegredos, que surpreendeu uma unidade de cabine simples nos arredores da fábrica de Betim (MG). Aparentemente, a picape terá uma janelinha lateral após a coluna B, indicando que o modelo de duas portas adotará o conceito Maxcab, como na Chevrolet Montana. O lançamento é esperado para o primeiro trimestre de 2020, já como linha 2021. 

Fruto do projeto 281, a substituta da Strada vai aproveitar a base do Argo na dianteira (para melhor resultado nos testes de impacto) e da Fiorino na traseira, com a suspensão traseira por feixe de mola, boa para levar carga. Já a parte eletrônica virá do Mobi, para reduzir custos. Ao contrário do que se especulava, no entanto, o visual não será inspirado no subcompacto.

Pelo que apuramos junto com gente ligada ao projeto, a nova Strada terá estilo próprio. É o que deixa antever o flagra, que mostra faróis, grade e para-choque diferentes dos demais Fiat - tem até mais cara de Uno que de Mobi, ao menos pelo que dá para notar debaixo da camuflagem. Os retrovisores também parecem ser exclusivos, grandes, típicos de utilitários. O porte será semelhante ao da Strada atual, porém, com a caçamba mais alta para ganhar volume. 

Flagra Nova Fiat Strada 2020

Além da cabine simples, a picape terá uma inédita versão cabine dupla com quatro portas, diferentemente da Strada e sua terceira porta "suicida". O motor será o 1.3 Firefly de 109 cv e 14,2 kgfm, com câmbio manual de 5 marchas. Também fará uso do velho 1.4 Fire, de 88 cv e 12,5 kgfm, nas versões de entrada com cabine simples, para manter o preço competitivo. Vale lembrar que a nova picape terá a missão de substituir a Strada, que hoje parte de R$ 52.990 na versão Working. 

Numa segunda fase (que pode coincidir com primeira reestilização), a Fiat vai ofertar também o novo motor 1.0 turbo (T3) nas versões de topo da picape. Mas isso ainda demora... 

Fotos: Marlos Ney Vidal/Autossegredos