Moto recebe novo visual, mais equipamentos e alterações na motorização

Cerca de sete meses após ser revelada no Salão de Milão, a nova Kawasaki Versys 1000 é apresentada no Brasil. A crossover adota linhas inspiradas na Ninja e será vendida em duas versões: Standard, por R$ 55.490; e GT, que custa R$ 66.990; com o início das vendas marcado para 15 de julho. Ambas usam o mesmo motor 1.043 cm³ de quatro cilindros, que gera 120 cv a 9.000 rpm e 10,4 kgfm a 7.500 rpm.

Galeria: Kawasaki Versys 1000 2019

As alterações visuais da Kawasaki Versys 1000 seguem o que vimos na linha Ninja, com faróis semelhantes aos da Ninja 400. Recebeu luzes em LED tanto para os faróis quanto para lanternas e piscas. Agora vem equipada com o sistema KIBS (Kawasaki Intelligent anti-lock Break System), que gerencia os freios ABS para um funcionamento mais preciso. As rodas dianteiras trazem discos duplos de 310 mm e fixação por pinças monoboloco de montagem radial. Ainda está com seletor de modo de condução, controle de tração e um chip Bluetooth que permite fazer uma conexão com o smartphone e controlar alguns ajustes pelo aplicativo Rideology.

O motor teve mudanças no controle eletrônico das válvulas. Ele foi feito para que a Versys 1000 tivesse uma resposta mais suave nas acelerações e ainda recebesse um sistema de piloto automático. Continua com o câmbio de 6 marchas, agora com embreagem assistida e função quickshift, que permite trocar de marchas sem o uso da embreagem.

A versão GT se diferencia por vir equipada com itens como malas laterais, top case, protetor de motor e faróis auxiliares, entre outros itens, além de um exclusivo painel digital com tela TFT. 

Fotos: divulgação