Planta de motores de Bridgend, no País de Gales, terá atividades encerradas em 2020

Depois do fechamento as fábricas de São Bernardo do Campo, no Brasil, e Blanquefort, na França, a Ford confirma nesta semana o encerramento das atividades de mais uma importante fábrica. De acordo com a marca, a planta de Bridgend, sediada no Reino Unido, deverá deixar de operar até o final de 2020, resultando na demissão de pelo menos 1.700 trabalhadores. A unidade é responsável pela produção de vários motores de três e quatro cilindros, incluindo propulsores da família Sigma e o EcoBoost 1.5 usado por Fiesta e Focus, além do 5.0 V8 que equipa modelos da Jaguar Land Rover (resquício da época em que a Ford era dona do grupo britânico).

Galeria: Ford Focus 2019

Oficialmente, a marca justificou que o fechamento faz parte do amplo programa de restruturação que está implementando em seus negócios na Europa. No entanto, há quem diga que a medida reflete as incertezas vividas pelo Reino Unido em relação à saída da União Europeia. Presidente da Ford Europa, Stuart Rowley disse que neste momento a empresa precisa "tomar decisões difíceis, incluindo a necessidade de tornar suas operações de fabricação de motores adequadas para os veículos que produzirá no futuro". Afirmou ainda que a marca está comprometida com o Reino Unido, mas a ausência de modelos adicionais de motores para Bridgend no futuro tornou a planta economicamente insustentável.

A fábrica foi inaugurada em 1979 e em 2016 comemorou a produção do motor de número 20 milhões.

Fonte: Ford