Design será evolutivo, sem grandes rupturas com o modelo atual

A Renault parece estar bastante atenta ao surgimento de uma verdadeira safra de compactos elétricos na Europa e já prepara mudanças para o seu representante nesta categoria: o Zoe. Conforme adiantam as imagens deste flagra, a segunda geração do modelo segue em pleno desenvolvimento e não deve demorar mais do que poucas semanas para ser revelada de forma oficial. Detalhes ainda são mantidos sob sigilo, mas tudo indica que o elétrico adotará design evolutivo (sem grandes rupturas com as linhas do modelo atual) e brigará diretamente com as novas gerações de Opel Corsa e Peugeot 208, agora ofertados em variantes elétricas.

Galeria: Renault Zoe 2020 (flagra)

Protótipos flagrados revelam que apesar da idade (o carro atual já acumula cerca de 7 anos de mercado), o Zoe não mudará radicalmente no quesito estilo. A estratégia será manter a receita que deu certo e apenas aperfeiçoar a fórmula. Não por acaso, o próprio chefe de design da empresa, Laurens van den Acker, revelou em ocasião anterior que o novo Zoe está sendo desenvolvido como uma espécie de "fase 2" e não um modelo projetado a partir do zero. Na dianteira, por exemplo, os faróis continuarão afilados, ao passo que o logotipo ganhará ainda mais destaque sobre a grade. Nas laterais, as maçanetas traseiras embutidas na coluna também não devem mudar.

Já a plataforma, segundo especulações, será inteiramente nova. Tudo indica que será uma base totalmente projetada para veículos elétricos e derivada da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. A arquitetura do Leaf chegou a ser cogitada, mas a ideia não seguiu adiante. A autonomia deverá ficar na cada dos 400 km, levando em conta os padrões do ciclo WLTP.

Fotos: Automedia, CarPix