Esportivo terá motor 2.0 TSI com potência na casa dos 300 cv

Depois de descobertas as principais informações a respeito da nova geração do Golf em versões convencionais, todas as atenções se voltam agora para os segredos que ainda envolvem o apimentado Golf R. Posicionada no topo da gama, a badalada versão esportiva continuará apostando forte no quesito desempenho em conjunto com detalhes exclusivos no visual. Além disso, extrairá algo mais que 300 cv do motor 2.0 TSI e continuará brigando diretamente como Ford Focus RS e Renault Mégane RS. No entanto, dispensará características importantes que fazem diferença nos rivais: direção com modo drift e rodas traseiras esterçantes.

Galeria: Volkswagen Golf 2020 - Novos flagras

De acordo com Jost Capito, chefe da área de desempenho da Volkswagen, estes sistemas foram dispensados durante ainda durante o processo de desenvolvimento desta nova geração. “O Focus RS está preparado para diversão acima de tudo. O modo drift é uma peça de tecnologia decorrente dos vários sistemas que o carro possui. Mas não é para nós”, disse. Questionado sobre as rodas esterçantes do Mégane, a justificativa foi parecida: "não é necessário em um carro com o tamanho do Golf". As declarações podem frustrar as expectativas dos fãs mais aguerridos do Golf R, mas a promessa é entregar um carro bem mais capaz que o carro atual, sem necessariamente copiar recursos da concorrência.

Em entrevistas anteriores, o próprio Capito afirmou que o novo Golf R será "fantástico" e que vem sendo chamado internamente de "o rei da performance". Há planos também para uma versão ainda mais forte, batizada de R Plus, que seria vendida de forma limitada com algo em torno de 400 cv. O lançamento oficial acontecerá em 2020, logo depois das versões convencionais (que serão reveladas no final desse ano).

Fonte: Top Gear