O hatch bávaro entra numa nova era, com tração dianteira e mais espaço; M135i tem tração integral e 306 cv

As montadoras têm a tendência de usar o termo "novo" para qualquer carro que traga mudanças, o que na maioria das vezes não é verdade. Mas aqui temos uma exceção. Desenvolvida do zero, a terceira geração do BMW Série 1 representa uma imensa mudança em relação ao antecessor, resultado da troca da tração traseira com motor longitudinal pelo layoute mais comum de tração dianteira com motor transversal. É a mesma base já usada pelas minivans da Série 2, pelos crossovers X1 e X2 e pelo Série 1 Sedan oferecido em alguns mercados.     

Não se trata apenas de uma plataforma diferente, mas o design do carro também foi influenciado por esta mudança. Como nos BMW mais recentes, o novo Série 1 traz uma imensa grade dianteira com o famoso duplo rim, agora maior e não mais separado. Além disso, fica claro o perfil ascendente da lateral, lembrando o X2 em muitos ângulos. 

Galeria: BMW M135i xDrive 2020

Contrariando as "regras" da indústria de fazer os carros maiores a cada geração, o novo Série 1 é 5 mm mais curto, com 4.319 mm de comprimento. A largura cresceu 34 mm e agora chegou a 1.799 mm, enquanto a altura subiu 13 mm para um total de 1.434 mm. Já o entre-eixos foi reduzido em 20 mm, ficando em 2.670 mm.  

Os faróis redesenhados são mais agressivos que os anteriores e dão ao hatchback uma aparência mais moderna e em linha com os recentes produtos da BMW. Como opcional, ele pode receber luzes Full-LED adaptativas nos modelos mais caros da gama. Dependendo da versão, há diversos desenhos para os para-choques dianteiros, sendo o mais esportivo reservado à versão de topo M135i xDrive, que pode ser identificada também pela grade cinza, como no M340i e no Z4. 

A lateral é marcada pela nova interpretação da "Hofmeister kink", agora posicionada um pouco acima da maçaneta traseira. Como dito anteriormente, a linha de cintura é ascendente para criar uma silhueta mais dinâmica. Uma série de conjuntos de roda são oferecidos, com tamanhos de aro 16" a 19" - este último pela primeira vez num Série 1. Como opcional, o hatch vai oferecer um amplo teto solar panorâmico.

Galeria: BMW Série 1 2020

Na traseira, as lanternas seguem o que já foi visto no X2, tendo como opcional as luzes de LED. A saída de escape com 90 mm de diâmetro dá lugar a duas ponteiras de 100 mm na versão M135i, sendo que no esportivo o extrator pintado de preto sobe até mais da metade do para-choque.  

A mudança para a plataforma de tração dianteira teve benefícios na cabine, onde agora há 33 mm extras para os joelhos de quem senta no banco traseiro, além de 19 mm a mais para a cabeça e 13 mm para os ombros. O porta-malas também cresceu 20 litros, para um total de 380 litros - que pode chegar a 1.200 litros com o banco traseiro rebatido. Também ficou mais fácil colocar as bagagens, uma vez que a base do compartimento ficou 67 mm mais baixa e pela primeira vez num Série 1 há opção de abertura/fechamento elétrico da tampa traseira. 

2019 BMW M135i xDrive
2019 BMW M135i xDrive

O painel mostra desenho familiar aos últimos lançamentos da BMW e incorpora de série uma central multimídia com tela de 8,8 polegadas que pode ser controlada por gestos. Nas versões mais caras, a tela aumenta para 10,25" e ainda vem acompanhada de um cluster digital do mesmo tamanho para os instrumentos. 

No lançamento, o novo Série 1 estará disponível com dois motores a gasolina e três a diesel, sendo o mais forte deles o 2.0 turbo da versão M135i xDrive. Trata-se do 4 cilindros mais potente já feito pela marca, com 306 cv e 45,9 kgfm enviados aos dois eixos pela transmissão automática de 8 marchas. A BMW indica aceleração de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos e máxima limitada de 250 km/h. A partir de novembro, será oferecido um pacote M Performance para baixar o tempo de aceleração em um décimo de segundo, entre outras melhorias. 

O modelo de entrada 118i carrega o 1.5 turbo de 3 cilindros que entrega 140 cv e 22,5 kgfm, enviados às rodas dianteiras pelo câmbio manual de 6 marchas ou automatizado de dupla embreagem e 7 posições.  

2019 BMW M135i xDrive
2019 BMW M135i xDrive

Quem preferir o diesel terá o 116d com 1.5 litro de 115 cv; o 118d com 2.0 litros e 150 cv; e o 120d xDrive com 2.0 litros de 190 cv, este exclusivo para o modelo de tração integral. 

A BMW fará a primeira mostra pública do novo Série 1 em Munique entre os dias 25 e 27 de junho como parte do evento #NextGen, onde também será exibido o Série 8 Gran Coupe. Depois ambos serão estrelas do Salão de Frankfurt, em setembro. As vendas começarão no fim do ano. 

Fotos: BMW