SUV terá motores 2.0 turbodiesel de 150 cv e 2.0 turbo a gasolina de até 250 cv

Em testes há alguns meses, o Land Rover Discovery Sport reestilizado finalmente faz sua estreia na Europa. A fabricante divulgou as primeiras imagens e informações sobre o SUV, que começa a ser vendido no Velho Continente com preços a partir de 31.575 libras (aproximadamente R$ 162.573), ainda sem data para chegar ao Brasil – o modelo é produzido em Itatiaia (RJ).

Galeria: Land Rover Discovery Sport 2020

O Land Rover Discovery Sport foi lançado em 2014 e, desde então, a marca já mudou um pouco sua identidade visual, como vimos em modelos como o novo Velar e a segunda geração do Range Rover Evoque – este último compartilha plataforma com o SUV de entrada. Os designers apostaram em uma mudança para os para-choques, mais agressivos do que o atual. Na parte dianteira, a entrada de ar está mais estreita e com duas passagens menores nas laterais, onde antes ficavam os faróis de neblina. A peça traseira recebeu um aplique preto abaixo das luzes de posição e um difusor de ar na versão R-Dynamic. O mesmo aplique preto foi colocado na área da placa na tampa do porta-malas.

Os faróis foram redesenhados, perdendo o estilo interno arredondado. Além disso, agora são duplos para compensar a saída dos faróis de neblina do para-choque. O mesmo foi feito nas lanternas, colocando a luz vermelha no contorno da peça. E, como é a norma no segmento, a iluminação agora é full-LED.

A cabine recebeu atenção especial, adotando a central multimídia Touch Pro de série, com uma tela de 10,25” sensível ao toque e compatibilidade Android Auto e Apple CarPlay. Como é um modelo mais barato, utiliza comandos digitais para o ar-condicionado, ao invés de um display touchscreen como no Velar. O painel de instrumentos pode ser substituído por um digital, com tela de 12,3”. Outro opcional é o carregador por indução para smartphones.

Land Rover Discovery Sport 2020
Land Rover Discovery Sport 2020

Os sistemas de segurança foram atualizados. Recebeu o ClearSight Ground View, que mostra a imagem embaixo do carro (que fez sua estreia no novo Evoque). Traz um novo retrovisor, com uma tela HD que mostra a imagem da câmera de ré com um ângulo de até 50° e que, segundo a JLR, garante visibilidade maior até mesmo em condições de pouca luminosidade. Ainda tem frenagem autônoma de emergência, assistente de permanência em faixa e outros itens.

Embora seja uma reestilização, a Jaguar Land Rover mexeu um pouco nas medidas do Discovery Sport. Agora tem 4,597 metros de comprimento (+ 2 milímetros), 1,727 m de altura (+ 3 mm) e 2,173 m de largura (mesma medida). O entre-eixos está igual, com 2,741 m. Tem vão livre de 212 mm, o que contribui para um ângulo de ataque de 25° e saída de 30°.

O espaço interno foi revisto, principalmente os modelos com a terceira fileira de assentos, que foram redesenhados para melhorar seu uso. Os bancos da segunda fileira agora têm divisão 40/20/40. O porta-malas passou para 1.179 litros de capacidade até o teto (o que é permitido no Reino Unido), contra os 981 litros do modelo atual. Até o tanque de combustível está maior, passando de 54 litros para 65 litros.

Land Rover Discovery Sport 2020
Land Rover Discovery Sport 2020

Neste primeiro momento, o novo Discovery Sport será vendido com três opções de motorização. O mais básico é o 2.0 turbodiesel de 150 cv a 2.800 rpm e 38,7 kgfm de torque entre 1.750 e 2.750 rpm, que pode trabalhar com a transmissão manual de 6 marchas ou com uma caixa automática de 9 posições. O modelo manual é o único com tração dianteira, já que as demais recebem o sistema de tração integral da marca. Este mesmo motor ainda pode ter 180 cv a 4.000 rpm e 43,8 kgfm; ou 240 cv e 50,9 kgfm.

O segundo motor é o 2.0 Ingenium turbo de quatro cilindros. Estará disponível em duas configurações: a primeira tem 200 cv a 5.500 rpm e 32,6 kgfm entre 1.500 e 3.000 rpm, enquanto o segundo gera 250 cv a 5.500 rpm e 37,2 kgfm entre 1.400 e 4.500 rpm. Com exceção da versão manual, todas as variantes adotam o sistema híbrido-leve de 48V, capaz de desligar o motor quando o carro estiver abaixo de 17 km/h e o motorista estiver freando. A Jaguar Land Rover promete uma economia de até 6%, alcançando os 14,4 km/litro de rendimento. Ainda terá uma variante híbrida plug-in e outra com motor de três cilindros, ambas previstas para este ano.

Fotos: JLR