SUV-cupê fará estreia na Rússia em breve e tem grandes chances de vir ao Brasil

Esperado para este ano na Rússia, o Renault Arkana aparece novamente em testes, desta vez na China, já com sua carroceria de produção. O SUV-cupê ainda esconde muito de seu design, adiantando somente que terá retrovisores laterais bem maiores que os do conceito. Será lançado na Rússia nos próximos meses e está em estudos para o Brasil, onde chegará após 2020.

Embora a fabricante ainda esconda o visual do Renault Arkana de produção, já sabemos alguns detalhes, revelados pela empresa na Rússia. Ele terá apenas 45% de peças compartilhadas com o Duster, algo que a marca faz questão de destacar para provar que não é apenas um Duster com outro design. Aliás, a Renault diz que o Arkana utiliza “uma plataforma de nova geração”. Recebe suspensão traseira multilink na versão 4x4, enquanto a variante 4x2 usa eixo de torção.

Um dos mistérios envolvendo o Arkana é sua motorização. A Renault confirma apenas o 1.3 turbo feito em parceria com a Mercedes-Benz, que entrega 150 cv e 25,5 kgfm de torque. No Arkana, ele deve entregar um rendimento de 14,3 km/litro, segundo a fabricante. Estará combinado ao câmbio CVT, com uma nova relação e simulando 7 marchas. A fabricante adianta que terá também motores aspirados e transmissão manual, sem especificar quais serão.

Renault Arkana - Flagra na China

Devemos olhar o Renault Arkana com um pouco mais de atenção por ele estar nos planos da marca para o Brasil. Antes de ser revelado na Rússia, uma apresentação feita pela fabricante aos investidores adiantou que ela estava desenvolvendo um crossover no segmento C para Rússia, China, Índia e Brasil. Executivos da filial brasileira confirmaram que há planos de vendê-lo por aqui, mas que isso dependerá de uma série de fatores.

Fotos: Autohome