Apesar do acordo já assinado, há questões-chave que não ficaram totalmente claras

Apesar da papelada já assinada e do desenvolvimento já iniciado, a parceria firmada entre Volkswagen e Ford para o segmento de picapes médias ainda está completamente consolidada. Em entrevista concedida recentemente, o vice-presidente de produto da VW na América do Norte, Hein Schafer, declarou que ainda há questões importantes que precisam ser definidas e que não há nada 100% certo até agora. “Ainda é um pouco nebuloso, para ser bem sincero. Nós provavelmente assinamos o que poderia ser classificado como uma espécie de acordo conjunto para dizer: 'Ei, vamos nos associar, vamos compartilhar idéias'", disse.

De acordo com Schafer, cada marca designou uma equipe especializada para tentar descobrir como aproveitar ao máximo o acordo, tendo em vista que o caminho a ser seguido ainda está carregado de complicações. A principal delas diz respeito à concorrência e preocupa sobremaneira os executivos da Ford. Com base no que foi definido, a gigante alemã construirá uma nova geração para a Amarok com base na plataforma da próxima Ranger, cujo acerto está sendo inteiramente tocado pela própria Ford. Acontece este compartilhamento poderá dificultar a vida da Ranger em vários mercados e acirrar a concorrência neste que já é um segmento pra lá de disputado.

Nova Ford Ranger 2022
Nova Ford Ranger 2022

“Você tem que pensar de forma realista: construir um veículo sobre uma plataforma Ford que seja totalmente diferente da Ford é um projeto complexo. E, obviamente, a Ford teria que permanecer competitiva no mercado. Eles não vão nos ajudar de qualquer jeito. É super competitivo esse segmento”, completou. Nesse sentido, vale lembrar que o mercado acumula exemplos de associações parecidas que não deram tão certo. No caso mais recente, a Daimler se uniu à Nissan para fazer a picape Mercedes-Benz Classe X com base na Frontier, mas pelo menos na América do Sul os planos não saíram conforme o planejado. Anos atrás, a Mitsubishi lançou nos Estados Unidos o modelo Raider, baseado na Dodge Dakota, mas a empreitada também não foi bem sucedida.

Mais informações sobre o projeto serão divulgadas em breve, mas desde já a VW se mostra bastante interessada em lançar uma picape na América do Norte. Tanto que já apresentou o conceito Atlas Tanoak e levou a sul-americana Tarok ao Salão de Nova York avaliar a receptividade do público local.

Fonte: Wards Auto