Imagens do sedã esportivo em evento dentro da fábrica circulam nas redes sociais

Acabou a surpresa. O Volkswagen Virtus GTS foi parar na internet, em fotos de um evento dentro da fábrica da marca em São Bernardo do Campo (SP). As imagens mostram que o sedã esportivo terá um design semelhante ao do conceito apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, mudando apenas as rodas, que adotam um desenho exclusivo. Podemos esperar pelo mesmo visual para o Polo GTS. O evento indica que o lançamento está bem próximo, possivelmente ainda no 1º semestre.

 

O Volkswagen Virtus GTS e o Polo GTS serão as alternativas nacionais ao Polo GTI. Ao invés de adotar o motor 2.0 TSI de 230 cv como na Europa, teremos a dupla com o 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 kgfm, em conjunto ao câmbio automático e 6 marchas. A fabricante ainda não divulgou qualquer dado de desempenho como aceleração e velocidade máxima.

Ambos serão posicionados como a opção topo de linha. Espere por uma lista de equipamentos semelhante à da versão Highline, com itens como piloto automático, ar-condicionado digital, controle de estabilidade e tração, central multimídia e chave presencial. O modelo fotografado não conta com teto solar, indicando que ele deve ser oferecido como opcional. Outro item que deve ser vendido à parte é o painel de instrumentos digital Active Info Display.

Galeria: Volkswagen Polo GTS - Salão de SP 2018

Assim como o conceito do Salão, o Virtus GTS terá uma linha vermelha passando pela grade do tipo colmeia, um para-choque exclusivo e faróis em LED. O sedã ganha um defletor na tampa do porta-malas, enquanto o Polo GTS usará um acima do vidro traseiro e pintado de preto brilhante. Do lado de dentro, ele terá volante com base achatada e o logo GTS, bancos com costura vermelha e bordas vermelhas nas saídas de ar.

Galeria: Volkswagen Virtus GTS - Salão de SP 2018

Ainda não há preços oficiais para o Volkswagen Virtus GTS ou o Polo GTS. O mais provável é que o hatch fique na casa dos R$ 90 mil, enquanto o sedã encostará nos R$ 100 mil, uma boa margem acima dos R$ 75.820 e R$ 82.870 cobrados pelas respectivas versões Highline. A barreira de R$ 100 mil é justificada pela presença do Jetta 1.4 TSI por R$ 99.990.