GM reúne a imprensa para dizer que sedã irá conviver com Prisma e Cobalt

Com a apresentação do Chevrolet Onix Sedan na China, a divisão brasileira da General Motors resolveu falar um pouco sobre o carro para acabar com especulações. Nesta quinta-feira (11), o sedã foi apresentado no Campo de Provas da GM, em Indaiatuba (SP), ainda camuflado e com poucos detalhes revelados.

Ao invés do que se especulava, ele não irá substituir o Prisma atual ou mesmo o Cobalt, posicionando-se acima dos dois como um verdadeiro rival para Toyota Yaris Sedan e Volkswagen Virtus. Ao vivo, o modelo tem porte muito semelhante ao sedã do Polo, sendo substancialmente maior que o Prisma. E tudo indica que será batizado como Onix Sedan, embora a fabricante ainda não confirme esta informação.

'

O Chevrolet Onix Sedan será mais refinado que o Prisma e o Cobalt, para posicionar-se na faixa de preço entre R$ 75 mil e R$ 90 mil, exatamente a janela de preços entre Cobalt e Cruze. Seu lançamento será no final de 2019, com produção em Gravataí (RS), estreando o novo motor 1.0 turbo de três cilindros, combinado ao câmbio automático de 6 marchas.

Para não gerar briga interna, a Chevrolet vai reposicionar o Cobalt na linha 2020, a ser lançada nos próximos meses. A intenção, segundo ouvimos de um interlocutor da marca, é deixá-lo para o mercado frotista, como táxi e locadoras.  

Muito do que foi visto em sua versão chinesa estará na nacional. Desenvolvido sobre a plataforma GEM (Global Emerging Markets), o sedã medirá 4,47 metros de comprimento, 1,73 m de largura, 1,47 m de altura e 2,60 m de entre-eixos. De acordo com a marca, terá algumas alterações de acabamento e equipamentos, para adequar-se ao nosso gosto. A cabine, por exemplo, vai receber tons mais escuros no modelo daqui. Embora tenha sido feito em parceria com a chinesa SAIC, o projeto foi liderado por um engenheiro brasileiro.

O lançamento acontecerá somente no final de 2019. O sindicato de Gravataí (RS) havia adiantado que a produção estava programada para julho e, considerando a regra de três meses para criar um estoque, a chegada às lojas ficará para o último trimestre do ano. Já o hatch (Onix Plus) e o SUV (novo Tracker) ficarão para 2020.

Com informações de Daniel Messeder, do Campo de Provas da Cruz Alta, em Indaiatuba (SP)

Galeria: Novo Chevrolet Onix Sedan