Modelo produzido em 10 fábricas e 3 continentes supera marca de 30 milhões de unidades

A Volkswagen comemora duplamente nesta semana a produção da unidade de número 30 milhões do Passat. Além de representar a significativa popularidade conquistada ao longo de 46 anos de história, a cifra coloca o modelo como o mais vendido do mundo no segmento de veículos grandes (ou médios, levando em consideração o padrão norte-americano). O exemplar premiado saiu das linhas de montagem da fábrica de Emden, na Alemanha, na carroceria Variant e versão híbrida GTE. Na prática, o Passat se torna o segundo automóvel mais vendido da história da Volks, ficando à frente do Fusca e atrás apenas do Golf.

Galeria: Volkswagen Passat 2019

“O Passat é um dos carros mais importantes e de maior sucesso da Volkswagen - desde o seu lançamento há 46 anos, 30 milhões de clientes confiaram neste veículo da Volkswagen”, comenta Ralf Brandstatter, COO da Volkswagen. “Como resultado, o Passat tornou-se um gigante no mundo; um carro que hoje está presente tanto em Berlim, Sydney, Joanesburgo quanto nas ruas de São Francisco. Na Volkswagen, estamos orgulhosos desse modelo de sucesso, que ainda é a referência dentro de sua classe hoje", completou.

O primeiro exemplar do Passat foi produzido exatamente no dia 14 de maio de 1973 e saiu da histórica fábrica de Wolfsburg, na Alemanha. Na época, o modelo foi anunciado como sucessor do VW 1600. Atualmente, é produzido em 10 diferentes fábricas localizadas em 3 continentes e alcança mais de 100 mercados.

Fotos: Divulgação