Versões já não aparecem mais no configurador; marca diz que é parte de um reposicionamento

Na semana passada noticiamos que a Renault fez uma redução de preços em boa parte de sua linha. Aparentemente, isto tinha um motivo. A marca encerrou a oferta do Captur Zen 1.6, a versão de entrada do SUV compacto, e do Duster 2.0 manual e automático com tração dianteira. Todos eles já sumiram do configurador no site da marca e, segundo nossas fontes, tiveram sua produção encerrada neste mês.

A Renault diz que a alteração foi feita por conta de um reposicionamento de preços e versões tanto do Captur quanto do Duster. Com esta mudança, o Captur perde a versão básica Zen 1.6, a única que tinha opção de câmbio manual. Desta forma, quem quiser o SUV terá que optar pela versão Intense 1.6 CVT, por R$ 90.690, ou a Intense 2.0 automática, por R$ 91.690.

No caso do Duster, ele quase perdeu o motor 2.0 de vez. A versão Dynamique passa a ser oferecida somente com tração 4x4 e câmbio manual, vendida por R$ 81.130, tirando de linha as variantes 4x2 manual e automática. Quem desejar o carro mais equipado e com uma opção sem embreagem, terá que escolher o Dynamique 1.6 CVT, por R$ 77.560.

Os dois SUVs utilizam o motor 1.6 SCe de 120 cv a 5.500 rpm e 16,2 kgfm a 4.000 rpm, podendo trabalhar com o câmbio manual de 5 marchas no Duster, ou ao automático do tipo CVT em ambos. Já o 2.0 gera 148 cv e 5.750 rpm e 20,9 kgfm a 4.000 rpm, acoplado à transmissão manual de 6 marchas no Duster 4x4 ou à automática de 4 posições no Captur.

Essas mudanças podem ter a ver, também, com a chegada do novo Duster, prevista para o primeiro semestre de 2020.