Propulsores a combustão ainda fazem parte dos planos da marca no curto prazo

Apesar de ser uma das montadoras mais avançados do mercado no campo da eletrificação, a Volvo ainda não abandonou completamente o desenvolvimento de motores a combustão. Em anúncio divulgado nesta semana, a marca confirmou que apresentará em junho uma nova geração de propulsores a diesel - embora seja a última lançada pela empresa. De acordo com Lex Kerssemakers, chefe da marca na Europa, o diesel continuará a desempenhar papel importante na estratégia de curto e médio prazos e, no caso desta nova linhagem de motores, a expectativa é que permaneça no mercado por pelo menos 5 ou 6 anos.

Galeria: Volvo XC90 diesel 2017

Atualmente, quase todos os novos Volvos ainda são oferecidos com motores diesel e isso só deve mudar na troca de geração do portfólio atual. É o caso, por exemplo, do SUV de topo XC90, que continuará com propulsores do tipo enquanto estiver em linha. Só na próxima encarnação, esperada para meados da próxima década, é que as opções a óleo serão extintas.

Detalhes sobre os novos motores ainda não foram divulgados, mas fica a expectativa para avanços e aperfeiçoamentos em relação aos propulsores atuais, principalmente em quesitos como consumo, emissões e suavidade de funcionamento.

Fonte: Autocar