Ambos usam sistemas eletrificados de tração integral com motor elétrico traseiro

Podem parecer apenas versões regulares do Renegade e do Compass, mas esses dois Jeeps na verdade têm um ás nas mangas. A dupla de SUVs usa um novo powertrain híbrido que consiste no motor 1.3 turbo a gasolina (versão do 1.3 Firefly nacional) trabalhando em conjunto com um motor elétrico. O motor a combustão traciona as rodas dianteiras, enquanto o elétrico cuida do eixo traseiro, formando um sistema de tração integral eletrificado. 

No caso do Renegade, a potência combinada varia de 190 a 240 cv, o que é suficiente para uma aceleração de 0 a 100 km/h em cerca de 7 segundos. A Jeep diz que o Compass de 240 cv também oferece performance similar, mas os números finais ainda estão pendentes na homologação.

Graças a um jogo não especificado de baterias, tanto o Renegade quanto o Compass podem rodar até 50 km no modo elétrico antes de ficarem sem carga. Neste modo, eles podem alcançar até 130 km/h de velocidade máxima, mas claro que neste caso a bateria vai acabar muito mais rápido. 

A Jeep menciona que os Renegade e Compass PHEV vão trazer um painel de instrumentos especial e um mostrador na multimídia específicos para acompanhar os detalhes relevantes da natureza "eco-friendly" dos modelos, em especial sobre o sistema híbrido. Além das vantagens óbvias de eficiência por conta da eletrificação, ambos prometem acelerações mais ágeis e uma resposta mais rápida do motor mesmo em condições off-road, por conta do torque instantâneo do motor elétrico. 

Ainda não há informações sobre preços e data de chegada às lojas europeias. 

Galeria: 2019 Jeep Compass Plug-In Hybrid