Versão reforça estética aventureira e deve estrear por aqui nos próximos meses

Depois do Logan Stepway, agora é a vez do Renault Kwid Outsider fazer sua estreia na América do Sul começando pela Colômbia, que está lançando o subcompacto por lá. A versão aventureira, que foi apresentada ao público como um conceito no Salão do Automóvel de São Paulo de 2016, aparece como opção topo de linha do carro no país vizinho, no lugar da configuração Intense do nosso Kwid. Por aqui, a estreia é esperada para os próximos meses.

O Renault Kwid Outsider apareceu no último Salão de São Paulo em sua versão final. A diferença do modelo é puramente estética, recebendo barras no teto, molduras nos faróis de neblina, faixas laterais e skis frontal e traseiro. Na cabine, as mudanças estão no novo tecido com detalhes em laranja para o banco. A mesma cor é usada na alavanca do câmbio, moldura do sistema multimídia, portas e entradas de ar.

Sua mecânica seguirá a mesma, com o motor 1.0 de três cilindros, que gera 70 cv a 5.500 rpm e 9,8 kgfm a 4.250 rpm, sempre com câmbio manual de 5 marchas. Como o Kwid já é um carro mais alto, com um vão livre de 18 cm, a suspensão não terá qualquer ajuste para mudar esta altura. O preço ainda não foi divulgado, mas o mais provável é que seja baseado na versão Intense, que custa R$ 40.990, o que fará com que seu valor fique na casa dos R$ 45 mil.

Além do lançamento do Outsider, a Renault trabalha em mais duas novidades para o Kwid que se complementam. O subcompacto ganhará uma versão totalmente elétrica, que fará sua estreia primeiro na China - e que já apareceu em imagens de patentes. Foi antecipado por um conceito, que ainda servirá de base para a reestilização do carro, prevista para o 2º semestre na Índia.