Interior passa a contar com o sistema de entretenimento MBUX

À venda no mercado internacional desde 2015, a atual geração do Mercedes-Benz GLC recebe a chamada reestilização de meia-vida. Responsável por deixar o SUV atualizado diante dos principais concorrentes (leia-se BMW X3 e Audi Q5), o facelift contempla retoques no desenho do conjunto frontal e modernizações na cabine, especialmente na parte tecnológica. A apresentação pública acontecerá nos próximos dias no Salão de Genebra, com vendas ainda no primeiro semestre nos principais mercados da Europa.

Galeria: Mercedes-Benz GLC 2019

Por fora, o pacote de novidades inclui novo desenho para a grade frontal, faróis menores e mais angulares, para-choque remodelado, entradas de ar revistas e rodas com layout inédito. Na traseira, as lanternas receberam nova iluminação interna (agora com lâmpadas em formato retangular) e saídas de escapamento mais integradas. Já por dentro, o sistema de entretenimento agora adota a tecnologia MBUX (mais intuitivo, rápido, avançado e preciso), o quadro de instrumentos passa a contar com elementos digitais, o volante tem novo design e os revestimentos ganham nova aparência.

Na Europa, a oferta de motores a gasolina inclui duas opções, ambas equipadas com a tecnologia híbrida leve de 48 volts. O modelo GLC 200 4Matic oferece 196 cv de potência, enquanto o GLC 300 4Matic entrega 258 cv. Além disso, existem três opções a diesel: GLC 200d 4Matic com 163 cv, GLC 220d 4Matic com 194 e GLC 300d 4Matic com 244 cv. Entre os opcionais, destaque para amortecedores adaptativos Dynamic Body Control e um pacote especial para condução em trechos off-road.

Fotos: Divulgação