Fábrica em Lordstown foi uma das afetadas pelo plano da GM de fechar 5 fábricas nos Estados Unidos e Canadá

O Chevrolet Cruze aproxima-se de seu fim nos Estados Unidos. A produção na fábrica de Lordstown, no estado de Ohio, será interrompida no dia 8 de março, momento em que o complexo ficará totalmente parado, já que o sedã era o único produto da linha de produção. Como também deixará de ser fabricado no México, o Cruze deixará de ser vendido nos EUA, mesmo que tenha sido reestilizado há apenas um ano.

Galeria: Chevrolet Cruze 2019

Para se livrar do excesso de capacidade de produção, a General Motors trabalha para fechar as fábricas menos eficientes. Serão cinco entre Canadá e Estados Unidos, além de mais duas em outros países ainda não divulgados. Fora isso, a fabricante está encerrando sua operação na Coreia do Sul e irá deixar a Austrália, vendendo a operação da Holden para uma distribuidora independente.

O site GM Authority, citando o jornal The Vindicator, diz que os trabalhadores de Lordstown se preparam para o último turno da fábrica, no dia 8 de março. Há uma campanha entre os funcionários para que usem a cor azul como parte de uma campanha para reverter a decisão de fechar o complexo. Após o último turno, a produção ficará parada até o final do ano, já que os empregados têm contrato até o dia 14 de setembro. Neste período, o Union Auto Workers (UAW), sindicato dos trabalhadores do setor automotivo, tentarão negociar um novo produto para manter Lordstown funcionando.

Além de fechar fábricas que operam muito abaixo da capacidade total de produção, a General Motors irá acabar com a maior parte dos seus sedãs. Além do Cruze, a marca já encerrou a fabricação do híbrido Volt e, em janeiro de 2020, será a vez do Impala. O modelo restante com carroceria sedã será o Malibu, mas rumores também dizem que ele está próximo de seu fim.

Já no Brasil, o Chevrolet Cruze segue vivo. A fabricante confirmou que o modelo, produzido na Argentina, será reestilizado e estará nas lojas em breve, como parte da estratégia de 11 lançamentos em 2019.

Fonte: GM Authority