O SUV de alto desempenho se beneficia da tecnologia "mid-Hybrid"

Esta é a primeira vez que a Mercedes-AMG coloca as mãos no SUV GLE. A apresentação oficial acontecerá no Salão de Genebra e, apesar dos 435 cv a 6.100 rpm, pode se chamar de ECO. Como? Graças ao uso da tecnologia "mid-Hybrid", formada pelo compressor elétrico e o alternador que serve como um assistente de arrancada, batizado de EQ Boost - como conhecemos recentemente no Brasil com o C200 -, que adiciona 22 cv e 25,5 kgfm de torque e alimenta a rede elétrica de 48V. 

Sobre o motor a combustão, é o mesmo utilizado em outras versões 53, como o Classe E e o CLS. É um motor turbo a gasolina, com seis cilindros em linha e 3.0 litros, que entrega 53 kgfm de torque entre 1.800 e 5.800 rotações. A transmissão é automática com conversor de torque AMG SPEEDSHIFT DCT 9G, de nove marchas. 

O conjunto é completado com o sistema de tração 4MATIC+. Com tudo isso, o SUV alemão tem velocidade máxima de 250 km/h limitada eletronicamente e aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 5,3 segundos. 

Galeria: Mercedes-AMG GLE 53 4MATIC 2019

Como as demais versões AMG, a suspensão foi preparada para casar com a proposta esportiva. A suspensão adaptativa AMG RIDE CONTROL+ tem os programas Comfort, Sport e Sport+, respondendo conforme o que o motorista seleciona. 

Além disso, o controle de condução DYNAMIC SELECT dispõe de uma variedade de programações, desde o Eco até Sport+, passando pelo Individual. Também há as funções Trail e Sand. 

Mercedes-AMG GLE 53 4MATIC+ 2019
Mercedes-AMG GLE 53 4MATIC+ 2019

O Mercdes-AMG GLE 53 4MATIC+ 2019 tem um visual mais impactante, fruto da grade Panamericana, parachoques redesenhados, saias laterais, quatro saídas de escape e rodas de 21". 

A combinação estética passional com as tecnologias para diversos usos ampliam a versatilidade do modelo. Chegará ao mercado em alguns meses. 

Fotos: divulgação