João Doria e prefeito de São Bernardo do Campo buscam interessados pelo complexo para manter trabalhadores

Após o anúncio da Ford de que iria fechar a fábrica de São Bernardo do Campo, o prefeito da cidade, Orlando Morando, procurou o governador do estado, João Doria, para tentar reverter a decisão. A fabricante se reuniu com os políticos e ficou acordado que o governo vai ajudar a Ford a procurar por alguma empresa interessada em adquirir o complexo, de forma a evitar a demissão dos funcionários e o efeito cascata que causaria ao comércio na região.

Galeria: Ford Fiesta 2018 BR

“Foi uma reunião longa e dura”, disse Doria. Como a decisão da Ford de fechar a fábrica veio da matriz, ela não pode ser revertida, então o que ficou decidido “é que o governo de são Paulo vai buscar comprador para essa fábrica para a preservação do parque fabril e dos empregos.” Como a operação seria encerrada ao longo do ano, o governo terá este período para encontrar um interessado.

Doria e Morando querem que uma marca, seja de carros ou de caminhões, assuma o complexo e mantenha os funcionários de chão de fábrica, justamente os que serão demitidos quando a operação for encerrada. O governador ainda revelou que a Ford garante que a reestruturação não afetará a fábrica de motores em Taubaté, a pista de testes em Tatuí, o centro de distribuição de peças em Barueri e o centro administrativo da empresa lá mesmo em São Bernardo do Campo.

Fonte: Agência Brasil