Segundo concessionários consultados pelo Motor1.com, versão será vendida como GLI

A Volkswagen esperou o Salão de Chicago para apresentar o Jetta GLI, versão esportiva do sedã com motor 2.0 TSI de 230 cv e suspensão traseira independente, além do visual diferenciado para o distinguir das demais versões. Dias depois, ele foi flagrado rodando pelo Brasil já em testes para o lançamento breve, mas com visual mais discreto em relação ao GLI. 

Oficialmente, a Volkswagen ainda não comenta sobre a versão, mas nossa reportagem conversou com alguns concessionários e descobriu coisas interessantes. Segundo nossas fontes, o Jetta 2.0 TSI será vendido por aqui como GLI mesmo (e não Highline como chegou a ser cogitado) terá preço alinhado ao do Golf GTI (hoje custando entre R$ 149.290 a R$ 169.950). Isso indica a intenção da VW de criar uma gama esportiva, com os futuros Polo e Virtus GTS, Jetta GLI e Golf GTI. O Jetta, aliás, será importado em baixos volumes, como acontece com o GTI. 

Galeria: Volkswagen Jetta GLI 2019

Com o Jetta 2.0 a cerca de R$ 150 mil, como ficará o Passat? Bem, hoje ele custa de R$ 164.620 a R$ 169.990 e acabaria conflitando com o GLI. Acontece que o Passat acaba de ser atualizado na Europa, agora com mais tecnologias de condução e de conectividade, e quando ele chegar aqui ficará mais caro, na faixa dos R$ 190 mil a R$ 200 mil, alinhando-o novamente aos seus principais oponentes, Toyota Camry (R$ 206.200) e Honda Accord (R$ 198.500). 

Com isso, a incógnita sobre o Jetta 2.0 praticamente se encerra. Hoje oferecido apenas com motor 1.4 TSI em três versões de acabamento, o sedã custa de R$ 99.990 a R$ 124.990. 

Fotos: arquivo Motor1.com