Executivo projeta liderança saudável com entrada no segmento de SUVs compactos

A Volkswagen já começa a colher os frutos do seu processo de reestruturação no Brasil, que começou em 2017 com o anúncio de investimentos da ordem de R$ 7 bilhões até 2020. Polo, Virtus, Tiguan e Jetta ganham em breve a companhia do T-Cross, inédito SUV compacto da marca. 

Volkswagen T-Cross (Brasil)

"O T-Cross é um carro totalmente pensado para atender ao desejo do consumidor brasileiro. É um segmento que vamos entrar e temos expectativa nele. Será um divisor de águas para a Volkswagen", afirmou Pablo Di Si, Presidente e CEO da Volkswagen América Latina, em conversa com Motor1.com durante coletiva de lançamento da concessionária digital. Vale lembrar que o T-Cross nacional tem importantes modificações em relação ao modelo europeu, o que inclui desde o visual mais robusto até o entre-eixos alongado de 2,65 m (o modelo europeu mede 2,56 m).

"Nós aprendemos muito com a produção do novo Polo. Aprendemos mais ainda com a produção do Virtus. Nós pegamos todo esse aprendizado e aprimoramos no processo para o T-Cross", destacou Di Si. 

 

Com lançamento marcado para abril, o novo VW T-Cross terá motores 1.0 TSI de 128 cv e 1.4 TSI de 150 cv, sempre com tração dianteira. O câmbio será manual de 6 marchas na versão de entrada e automático de 6 relações nas demais Uma possível versão com o motor 1.6 MSI também deve existir, mas somente para atender outros países da América Latina.

Questionado sobre liderança de mercado, Di Si afirmou que este é o objetivo com o atual ciclo de investimentos, mas que a montadora somente atingirá este posto se for uma "liderança saudável" e que não irá forçar a conquista da posição aumentando o volume de vendas diretas. 

Mais dinâmica, a Volkswagen vem surpreendendo pela sequência de lançamentos e também pela autonomia que a filial brasileira conquistou. A concessionária digital, que mostramos aqui, nasceu no Brasil e será implantada em todas as lojas da marca na América Latina ainda no primeiro trimestre. O conceito Tarok, uma picape do porte da Toro, também é um projeto 100% nacional que ganhará vida em breve com potencial para chegar em outros mercados, inclusive o europeu. Um novo SUV maior que o T-Cross e menor que o Tiguan, o Tarek, será feito na Argentina e chegará no ano que vem para reforçar o portfólio da marca.

Volkswagen Tarek - Salão de Guangzhou (China)
Volkswagen Tarok Concept

O SUV médio Tarek, rival do Compass, e a picape Tarok, rival da Toro, serão as próximas apostas da VW 

Com o cenário político e econômico menos traumático do que o vivido recentemente, Pablo Di Si afirmou que tem ouvido de concessionários que os clientes estão mais confiantes no mercado. Questionado sobre um novo ciclo de investimentos para além de 2020, o executivo deixou no ar a possibilidade ao dizer que "nos próximos meses iremos nos reunir novamente, e quem sabe, falaremos disso". 

O próximo ciclo de investimentos deve contemplar a renovação de Gol, Voyage e Saveiro. 

Fotos: divulgação e arquivo Motor1.com

Galeria: Volkswagen T-Cross (Brasil)