Até então, imaginava-se que retirada definitiva do país demoraria pelo menos dois anos

Especulado desde o final do ano passado, o encerramento das operações da Fiat na Índia deverá acontecer bem mais cedo do que se imaginava. De acordo com a imprensa local, a saída que até então estava programada para os próximos dois anos foi antecipada e deverá acontecer efetivamente ainda neste ano, sem qualquer previsão de retorno. A debandada tem relação direta com a tentativa frustrada da FCA de firmar a Fiat como uma marca realmente competitiva no país. Para efeito de comparação, as vendas dos dois únicos modelos ofertados por lá (Punto e Linea) mal chegaram a 100 unidades no acumulado de 12 meses - cifras que definitivamente inviabilizam a continuidade das operações.

Considerada equivocada por muitos especialistas, a estratégia inicial adotada girava unicamente em torno da plataforma do compacto Punto, justamente quando o mercado desejava SUVs e crossovers. A marca até tentou contornar a situação lançando versões específicas e com visual diferenciado, como as configurações Urban Cross, Avventura e Abarth, mas os efeitos práticos foram quase nulos. O mesmo vale para o sedã Linea, que atualmente é vendido em versão única, mas a preços pouco atrativos tendo em vista que excede os 4 metros de comprimento e acaba pagando impostos extras.

Fiat Punto e Linea - Índia

Além disso, pesa contra a Fiat o endurecimento das regras anti-poluição locais, que passarão a ter novos padrões de emissões a partir de 2020. Com isso, a marca deixará de ser uma das principais fornecedoras de motores a diesel do país, encerrando contratos com empresas como Suzuki e Tata. Optar por uma renovação da linha de motores não é financeiramente viável e investir no lançamento de novos modelos também é uma saída já descartada. Seriam necessários pelo menos US$ 600 milhões em investimentos inicias e não haveria qualquer garantia de retorno. Trocar Punto e Linea por Argo e Cronos, desenvolvidos no Brasil, também sairia muito caro.

Jeep Compass Bedrock Edition

Com a saída da Fiat, a ideia da FCA é concentrar todos os esforços na Jeep, que vem conquistando desempenho animador e registrando vendas recordes principalmente graças ao Compass.

Fonte: Autocar India

Galeria: Fiat Punto e Linea - Índia