Isso indica que o lançamento está próximo; design será igual ao do modelo chinês

Os últimos dias foram agitados para a General Motors, com as notícias sobre sua situação no Brasil e até uma ameaça de deixar nosso mercado. Muito do futuro da empresa vai depender do resultado de sua nova linha de carros para países emergentes, desenvolvida na China. Um deles é a nova geração do Chevrolet Prisma. O sedã será lançado no 2º semestre de 2019 no Brasil e foi avistado em testes perto da fábrica da GM em São Caetano do Sul (SP), como mostram as fotos do Ronconi Car Photo no Instagram.

O novo Prisma ainda está camuflado, mas agora com disfarce mais leve do que quando o flagramos da primeira vez - sinal de que o lançamento está próximo. Nas fotos de agora podemos notar que a versão nacional terá exatamente o mesmo design do modelo chinês, que vazou em fotos de patente. Dá para perceber a grade dupla da marca, dividida por uma pequena barra horizontal, onde está também o logotipo da empresa. Os faróis ficam separados da grade, enquanto as luzes de neblina estão nas laterais do para-choque, na mesma área que as fotos vazadas mostravam coberturas de plástico sem pintura (aparentemente por ser uma versão de entrada).

Chevrolet Prisma 2020
Chevrolet Prisma 2020

O mesmo se repete na traseira. As lanternas horizontais invadem a tampa do porta-malas e vão se alargando. A parte de baixo delas forma um pequeno corte quando chega na divisão do porta-malas. A placa de identificação ficará no para-choque, emoldurada pelas duas luzes de posição. Os únicos flagras do interior feitos até agora são do Tracker (abaixo), que usará a mesma plataforma, e ainda assim cheio de panos escondendo tudo.

Novo Chevrolet Tracker 2020 - Flagra

Além das primeiras imagens, o governo chinês ainda revelou as medidas do carro. Ele medirá 4,47 metros de comprimento, 1,730 m de largura, 1,471 m de altura e 2,600 m de entre-eixos, o que o deixa bem próximo do Cobalt atual. Isso porque o Prisma deve aposentar o sedã maior, ocupando uma faixa mais acima e deixando a versão Joy como a opção de entrada (e esta adotará o design do Prisma atual).

 

Parte do Projeto GEM (Global Emerging Markets), o novo Prisma terá o inédito motor 1.0 de três cilindros da GM, tanto na versão aspirada quanto turbo. Esta família ainda conta com um 1.3, também com variantes aspirada e turbo, mas que devem ficar restritas à China por enquanto – onde também equipa o novo Monza. Assim como a geração atual, trabalhará com câmbio manual ou automático, ambos de 6 marchas.

O lançamento da linha GEM no Brasil começará com o novo Onix, previsto para meados deste ano. O novo Prisma ficará para os meses seguintes. Em 2020 será a vez do Tracker, outro que também vazou na China, revelando design bem próximo do irmão maior Orlando. Assim como aconteceu com a reestilização da geração atual, o SUV compacto pode ser apresentado à imprensa no final de 2019, chegando às concessionárias no começo do ano que vem. Por último, mas não menos importante, está prevista uma picape de porte intermediário entre a Montana e a S10, para enfrentar a Fiat Toro. 

Fotos: Ronconi Car Photo

Galeria: Chevrolet Prisma 2020