Mesmo produzida no Paraná, versão com tração nas quatro rodas não é oferecida por aqui

Depois de chegar aos vizinhos Uruguai e Argentina, a versão 4x4 da picape Renault Duster Oroch estreia em um novo mercado da América do Sul: o Chile. Posicionada no topo da tabela da picape, a variante estreia como alternativa aos consumidores que não dispensam o uso da tração nas quatro rodas, principalmente em áreas rurais e de difícil acesso. O sistema é o mesmo do Duster e funciona sempre associado ao motor 2.0 de 143 cv e ao câmbio manual de 6 marchas. Conta com os modos de acionamento 2WD, 4WD de acoplamento automático e bloqueio do diferencial até velocidade de 50 km/h. Não há, porém, caixa redutora.

Entre os principais itens de série, a Renault destaca airbags frontais, freios ABS com EBD, faróis de neblina, rack de teto, computador de bordo, ar-condicionado, sistema de navegação MediaNAV com 7 polegadas, vidros e retrovisores com acionamento elétrico, apoios de cabeça para todos os ocupantes, entre outros. Dados de fábrica revelam aceleração de 0 a 100 km/h em 10,3 segundos, consumo médio de 10,2 km/l e velocidades máxima de 178 km/h. O preço sugerido é de 12.364.100 pesos chilenos, cerca de R$ 70 mil numa conversão direta.

Renault Duster Oroch 4x4

O curioso é que, apesar de produzida em São José dos Pinhais (PR), esta versão não está incluída no catálogo da Oroch no Brasil. Recentemente, fizemos um lista de 10 versões que deveriam existir em carros vendidos por aqui e incluímos a Oroch 4x4 nas sugestões. Seria uma opção pra lá de útil para quem uso o veículo em atividades de maior esforço. 

Fotos: Divulgação 

Galeria: Renault Duster Oroch 4x4