Custo faria com que o SUV compacto custasse o mesmo que um dos futuros carros elétricos da fabricante

Embora a Volkswagen costume lançar versões híbridas de seus veículos para a Europa, o T-Cross não será um deles. Andreas Krüger, chefe da linha de produtos compactos da empresa, disse à revista britânica Autocar que equipar o SUV compacto com uma motorização híbrida seria muito custoso, fazendo com que ele tivesse um preço final na mesma faixa que um dos carros elétricos da linha I.D., que a VW irá lançar em 2019.

Tudo indica que isso é um problema da plataforma MQB-A0, que não estaria preparada para receber uma motorização híbrida. Herbert Diess, o chefe da Volkswagen, disse há um tempo em entrevista ao Autocar que não há planos de lançar uma variante híbrida para o Polo, também citando problemas de custos e posicionamento de mercado.

VW T-Cross
Volkswagen T-Cross (Brasil)

+ Inscreva-se no canal do Motor1.com no Youtube
+ Nos acompanhe também no Instagram

A Volkswagen prepara uma linha de veículos elétricos chamada I.D., que buscarão ter preços bem competitivos. Oferecer uma versão híbrida poderia atrapalhar esses planos, já que algumas pessoas poderiam considerar uma ideia melhor comprar um carro mais próximo do convencional do que a incerteza dos elétricos. A VW prova este pensamento oferecendo versões híbridas somente a partir do Golf – curiosamente, a marca também já descartou um possível T-Roc GTE, apesar do crossover ser baseado no hatch médio.

Galeria: Volkswagen T-Cross (Brasil)