Documentário original do Motor1.com mostra todos os detalhes da preparação feita para que o Mustang chegasse aos 1.000 cv

O Ford Mustang é uma lenda que vai além do nome. É um carro que os brasileiros esperavam ver por aqui há 50 anos – ao menos, de forma oficial. Para impressionar os visitantes do estande da Ford no Salão de São Paulo 2018, um projeto especial comandado pelo Batistinha, da preparadora BTS, teve como missão criar uma versão ainda mais potente do ícone ao melhor estilo dos carros do SEMA Show, a maior feira de preparação do mundo. Nascia assim o Mustang 1000 BTS.

'

“Nós propusemos fazer um carro diferenciado, customizado, preparado... um show car. Para o modelo 2018 não existem equipamentos e alguns acessórios que servem perfeitamente nele. Deu bastante trabalho fazer esse projeto, mas eu acredito que superou a expectativa de todo mundo que estava esperando aparecer um carro desse customizado”, explica Batistinha.

O projeto passou por mudanças logo de cara. “A ideia inicial era fazer um carro com supercharger (compressor mecânico) em torno de 700 cv. Mas eu acabei mudando de ideia, e pensei: Já que vamos fazer um carro preparado, vamos fazer biturbo com 1.000 cv”, diz o preparador. Para aguentar tamanha cavalaria, foi necessário trocar diversas peças, pois elas foram originalmente feitas para uma potência muito menor.

Mustang BTS 1000
Mustang BTS 1000

A parte visual também foi complicada. Como Batistinha decidiu fazer o carro com um bodykit mais largo, foi preciso alargar os para-lamas e as caixas de rodas, fazendo cortes e soldando as novas peças na carroceria. E tiveram que fazer isso sem ter a roda de referência, já que foi necessário encomendar novas rodas dos EUA, o que levou cinco semanas.

+ Inscreva-se no canal do Motor1.com no Youtube
+ Nos acompanhe também no Instagram

Mas deixar o esportivo mais invocado visualmente não era o suficiente. O Mustang 1000 BTS tinha de ser funcional. “Tudo é voltado para melhorar a aerodinâmica, para gerar mais downforce e tirar o ar de baixo do carro”, explica Batistinha. Para isso foram instalados spoiler frontal, saias laterais e um aerofólio maior na traseira, além de pneus mais largos e com maior aderência.

Carro pronto, sucesso no Salão... Mas acha que acabou? Batistinha já adianta o que vem por aí: “Agora a segunda etapa vai ser ver essa fera andando nos eventos, provas de velocidade, track day...É uma parte que estou bem ansioso para fazer”.

Produção e edição: Paulo Henrique Trindade 

Galeria: Mustang BTS 1000