Aviar Motors garante que o modelo terá 840 cv e mais de 500 km de autonomia

Conhecido historicamente pela performance gerada a partir de motores a gasolina, especialmente os V8, o Mustang deverá ganhar uma releitura com pegada mais ecológica e consciente na Rússia. Em anúncio feito recentemente, a empresa local Aviar Motors confirmou que desenvolve internamente uma réplica do esportivo equipada com propulsão elétrica e os mais recentes recursos tecnológicos disponíveis. Batizado de R67, o modelo será inspirado na geração de 1967 do cupê e carregará o título de primeiro pony car elétrico do mundo.

Segundo a Aviar, a propulsão será feita por dois motores elétricos, um instalado em cada eixo, que juntos entregarão potência de 840 cv e torque de 98,5 kgfm. Dados internos revelam aceleração de 0 a 100 km/h em incríveis 2,2 segundos e velocidade máxima limitada a 250 km/h. As baterias serão de 100 kWh e fornecerão autonomia de pelo menos 507 km. Naturalmente este conjunto não deverá gerar barulho, mas, para alegrar aqueles fãs entusiastas, a empresa afirma que equipará o carro com um sistema de som externo que simula o barulho do Shelby GT500.

Aviar Motors Mustang Electric

O interior, a despeito do visual clássico da carroceria, terá uma pegada bastante futurista. Logo de cara, as imagens divulgadas pela marca revelam uma enorme tela central de 17″ instalada na vertical, como nos carros da Tesla, de onde será possível controlar as mais variadas funções. O quadro de instrumentos também é digital e todo o revestimento da cabine usará materiais nobres - incluindo a possibilidade de combinação de cores. Completam o pacote ar-condicionado de duas zonas, entrada de 12 volts, bancos com aquecimento, teto solar panorâmico, partida sem chave e luzes ambiente.

A marca diz que produzirá o modelo sob encomenda, mas ainda não dá estimativas de preços ou prazos.

Fotos: Divulgação

Galeria: Aviar Motors: Mustang elétrico