Maior parte do aporte será destinado aos setores de elétricos e autônomos

A Audi promete iniciar um novo ciclo global de investimentos com metas ambiciosas e cifras pra lá de robustas. Conforme anunciado nesta semana, estão programados nada menos que 40 bilhões de euros para serem aplicados até 2023 nos mais variados setores. A ideia é desenvolver o que há de mais moderno em termos de tecnologia e tornar os carros da marca referência em propulsão elétrica e condução autônoma. Não por acaso, estão reservados 14 bilhões de euros para aplicação apenas em mobilidade elétrica, digitalização e direção autônoma.

“Estamos utilizando uma abordagem sistemática para a mobilidade elétrica e focaremos muito mais no futuro. Vamos priorizar nossos recursos para produtos e serviços atrativos e relevantes”, afirma o presidente interino do conselho administrativo da Audi, Bram Schot.

A promessa da marca é colocar 20 modelos eletrificados no mercado até 2025, sendo metade dessas novidades correspondente a modelos totalmente elétricos. Nessa estratégia, um dos grandes destaques será a família E-Tron, já conhecida através do SUV lançado recentemente. Posteriormente, serão lançados sedãs, cupês e outros SUVs com essa mesma pegada.

2019 Audi E-Tron

O portfólio de elétricos será sustentado por duas plataformas: a MEB (Modular Electric Drive Kit) compartilhada com a Volkswagen, e a PPE (Premium Architecture Electrification), que está sendo desenvolvida em parceria com a Porsche para ser usada em carros grandes.

Fotos: Divulgação 

Galeria: Audi e-tron GT concept 2019