Novos carros a gasolina e diesel serão lançados em 2026

Não é nenhum segredo que o Grupo Volkswagen está investindo pesado em carros elétricos, em parte para recuperar a imagem da empresa após o Dieselgate. Não significa que os motores a combustão estão sendo ignorados, mas a mudança de foco para os EVs já impacta nos motores normais. A agência Reuters diz que a próxima geração de carros com motores a gasolina e diesel da marca, prevista para chegar ao mercado em 2026, será a última.

Durante uma conferência da indústria próxima do quartel-general da VW em Wolfsburg, Michael Jost, chefe de estratégia da empresa, revelou que seus colegas "estão trabalhando na última plataforma para veículos que emitem CO²." Ele ainda fez um anúncio bem polêmico: "Estamos gradualmente reduzindo os motores a combustão para o mínimo possível."

Enquanto essas declarações tecnicamente significam o fim dos motores a combustão, isto não acontecerá agora. Após o lançamento da nova geração abastecida com gasolina e diesel, a VW continuará a atualizar a tecnologia usada em seus motores. Jost prevê que, mesmo após 2050, o conglomerado automotivo ainda terá carros com motores convencionais em algumas partes do mundo, onde a estrutura para carros elétricos ainda não estará pronta - como você já deve ter pensado, o Brasil provavelmente será um deles.

Enquanto isso, o desenvolvimento de carros elétricos está progredindo como planejado. No centro da ofensiva de veículos "verdes" da VW está a plataforma MEB, que será usada não só pela Volkswagen, mas também por Audi, Seat, Skoda e pelos veículos comerciais da empresa. Além disso, Audi e Porsche trabalham juntas em uma plataforma eletrificada premium para modelos maiores.

Porsche Taycan produção
Audi e-tron GT concept 2019

O primeiro carro baseado na base MEB a ser produzido será um hatchback compacto, previsto para começar a ser vendido em 2020. Deverá custar o mesmo que um Golf diesel na Europa - cerca de 24 mil euros, o que dá aproximadamente R$ 105 mil. Na mesma época, a Porsche iniciará as vendas do Taycan, seu primeiro modelo elétrico, enquanto a Audi irá lançar a versão de produção do e-tron GT, sedã elétrico mostrado no Salão de Los Angeles.

Fonte: Reuters