Modelo para os EUA terá cara de Blazer e plataforma mais refinada

Há algum tempo, publicamos flagras da nova geração do Chevrolet Tracker na China. Enquanto isso, nos EUA, encontramos o mesmo carro ao lado de outro SUV compacto da GM, que alguns sites diziam ser a versão da subsidiária GMC. Segundo o site GM Authority, a explicação é que haverá dois novos Tracker: um modelo norte-americano, com design diferente e arquitetura mais refinada, e outro para mercados emergentes (ou seja, para nós brasileiros).

Caso você não tenha acompanhado as notícias sobre a Chevrolet nos últimos meses, vamos recapitular. A GM trabalha em uma nova linha de carros para o Brasil, usando a nova plataforma Global Emerging Markets (GEM), desenvolvida junto com sua parceira na China, a SAIC. Esta arquitetura servirá de base para os novos Onix, Prisma, Tracker, Spin e uma nova picape abaixo da S10. Enquanto Onix e Prisma devem ser apresentados em 2019, os demais virão de 2020 em diante

As informações descobertas pelo GM Authority relatam que a plataforma GEM é uma variante simplificada da VSS, base que será usada pelos próximos lançamentos da GM nos EUA. A VSS terá diversas versões, como VSS-F para carros pequenos, VSS-S para SUVs maiores e VSS-T para picapes e esportivos. A GEM é uma VSS-F mais barata.

Chevrolet Tracker - Planos da nova geração

Um documento publicado pela IHS Automotive mostra que a SAIC-GM tem um projeto de um SUV compacto que começará a ser produzido em julho de 2019 na China. É o modelo que foi flagrado há um tempo e que aparenta ter um design parecido com a nova minivan Orlando. Trata-se do Tracker para emergentes.

Já o segundo modelo avistado tem aparência diferente (apesar da camuflagem pesada). A aposta é que ele seja o Trax, a versão norte-americana do Tracker, e que ele se separe da variante emergente. Além de ser um produto mais desenvolvido, ele ainda terá uma identidade diferente, aproveitando o design do novo Blazer. Não é uma estratégia inédita, já que a GM oferece o Cruze no mercado global e o Cavalier, uma versão mais barata e com design distinto para a China.

Atualmente, o Tracker apenas corresponde às expectativas de vendas, já que o modelo é limitado pelas cotas de importação do México. Com a futura produção local, se tornará um produto mais competitivo em um segmento no qual a GM ainda atua de forma tímida. Além disso, há uma certa pressa para lançá-lo pois, além de já ter muitos rivais, ainda terá novos competidores como o Volkswagen T-Cross.

Fonte: GM Authority

Galeria: Novo Chevrolet Trax (EUA) - Flagra

Foto de: Automedia