Ainda é bem diferentão, mas pegada futurista é suavizada com leves retoques

Se você é uma das muitas pessoas que não gostam do visual futurista do Toyota Prius, não será agora que verá uma grande mudança. Ao menos, os leves retoques feitos no híbrido o deixam um pouco mais "comum" na multidão. A apresentação da versão com tração integral no Salão de Los Angeles marca esta mudança. 

É quase um jogo de sete erros procurar as mudanças do Prius 2019. Os faróis não invadem mais o para-choque dianteiro, que também mudou em proporções parecidas, colocando os faróis de neblina mais perto da parte central. Na traseiras, as lanternas trocam a peça que descia pelo para-choque por uma nova, agora invadindo a tampa do porta-malas. As rodas, que mantém as capas aerodinâmicas, ganham novo desenho. 

Toyota Prius AWD-e 2019
Toyota Prius AWD-e 2019
Toyota Prius AWD-e 2019

Para o mercado americano, que busca automóveis com tração integral para o uso na neve e gelo, a Toyota lança o Prius AWD-e. Com um segundo motor elétrico no eixo traseiro, ele manda força para as rodas em velocidades abaixo de 10 km/h, melhorando a tração, e quando há necessidade, acima dos 70 km/h. Sob demanda e sem a necessidade de peças como eixo cardã ou diferencial mecânico, não prejudica o consumo de combustível, homologado nos EUA com mais de 20 km/l combinados. A bateria para esta variante é de Níquel-Hidreto, que trabalha melhor em conduções de baixas temperaturas, enquanto as demais mantém a de Íon-Lítio. 

A Toyota também muda a nomenclatura utilizada para identificar versões nos Estados Unidos (L Eco, LE, XLE e Limited), além da adoção de nova central multimídia e sistemas como piloto automático adaptativo, assistente de faixa e alerta de colisão, entre outros. 

Galeria: Toyota Prius AWD-e 2019