Moderno e bem equipado, SUV médio chega para encarar Jeep Compass e companhia

Parte da ofensiva de SUVs da Caoa Chery, o novo Tiggo 7 fez sua estreia durante o Salão do Automóvel. Inicialmente seria importado da China, mas o SUV médio será montado na fábrica da CAOA em Anápolis (GO) ao lado do Tiggo 5x a partir de 2019.

Chery Tiggo 7

Baseado no conceito Chery TX, o Tiggo 7 marcou uma nova fase em termos de estilo na marca. O visual externo ficou mais moderno e equilibrado em relação aos modelos antecessores. Feito sobre a plataforma modular T1X, o SUV médio mede 4.505 mm de comprimento, 1.837 mm de largura e 1.670 de altura com entre-eixos de 2.670 mm (40 mm a mais do que no Tiggo 5x). O porta-malas tem capacidade para 414 litros até a altura dos vidros e 1.100 litros com o encosto do banco traseiro rebatido.

Assim como o irmão menor, o Tiggo 7 é equipado com o motor 1.5 turbo, flex, com comando variável, de 147/150 cv (etanol/gasolina) e 21,4 kgmf de torque com ambos os combustíveis. O câmbio é automático de dupla embreagem com seis marchas.

Chery Tiggo 7

Bem equipado e com um interior que se destaca pela boa qualidade de materiais empregados e de montagem, o Tiggo 7 conta com todos os equipamentos disponíveis no Tiggo 5x e acrescenta: lanterna traseira em LED, ar-condicionado automático dual zone, retrovisores externos com rebatimento elétrico, bancos dianteiros com aquecimento, rodas de liga leve aro 18", sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sensor de chuva,  teto solar panorâmico, alerta de fadiga e sistema de monitoramento de ponto-cego. 

Chery Tiggo 7

Com 60% da sua estrutura feita em aço de alta resistência, o utilitário recebeu cinco estrelas nos testes do C-NCAP, a agência chinesa que avalia os níveis de segurança dos carros produzidos no país. Equipado com suspensão do tipo multilink na traseira e freios a disco nas quatro rodas, o SUV freou de 100 km/h até a imobilidade em 39,7 metros, de acordo com a Chery.

Fotos: Donizette Castilho / divulgação

Galeria: Chery Tiggo 7