Modelo tem maior aptidão off-road e duas versões, XC e XE

Após ensaiar uma entrada no segmento com a Street Scrambler 900, uma versão modificada da Bonneville, agora a Triumph abraça de vez o conceito com o lançamento da Scrambler 1200 no Salão de Milão. Principal destaque da marca inglesa na mostra italiana, a nova moto estreia nas versões XC e XE, sendo a segunda com pegada mais off-road. E ambas já tem vinda confirmada para o Brasil: de acordo com Waldyr Ferreira, gerente geral da Triumph do Brasil, a chegada ao nosso mercado está prevista para meados de 2019. 

Triumph Scrambler 1200 (Salão de Milão)

Equipada com o motor bicilíndrico de 1.200 cc já conhecido da Bonneville, a nova Scrambler conta com 90 cv de potência a 7.400 rpm e um generoso torque de 11,2 kgfm logo a 3.950 rpm. O câmbio tem seis marchas, contra cinco da Scrambler 900, e transmissão final por corrente. Para fazer jus ao apelo fora-de-estrada, as rodas são raiadas aro 21" na dianteira e 17" na traseira, com pneus de uso misto nas medidas 90/90 e 50/50, respectivamente. O peso é de 205 kg na versão XC e o tanque tem capacidade para 16 litros, com consumo médio de 20,4 km/l (padrão europeu). 

A suspensão dianteira é da Showa e a traseira da Öhlins, com diferenças entre as versões. A XC usa bengalas invertidas de 45 mm e curso de 200 mm, enquanto a XE tem tubos mais grossos, de 47 mm, e maior curso tanto na frente quanto atrás, de 250 mm. A XE também possui o banco mais alto, a 870 mm do solo, contra 840 mm da XC. Os freios são da Brembo, com discos duplos na dianteira (320 mm) e disco simples na traseira (255 mm), sempre com ABS. 

Triumph Scrambler 1200
Triumph Scrambler 1200

Como na linha Tiger, a nova Scrambler 1200 se destaca também pela presença de diversos modos de pilotagem: Rain, Road, Sport, Off-road, Off-road Pro e Rider (customizável). Outra novidade fica por conta do painel digital com tela TFT que, além das funções normais (velocímetro, conta-giros, indicador de marcha, nível de combustível, etc), também possui integração com GPS, smartphone e até com a câmera Go Pro do piloto. Já o farol é full-LED com DRL. 

Além da Scrambler 1200, a Triumph também destacou o protótipo com o motor 765 cc que vai equipar a categoria Moto2 em 2019 e duas versões especiais da Bonneville T120, a Diamond Edition (alusiva aos 60 anos da Bonnie) e a Ace, em homenagem ao Ace Cafe, bar londrino considerado berço da cultura Cafe Racer. 

Texto e fotos: Daniel Messeder, de Milão - Itália

Viagem a convite da Honda Motos do Brasil 

 

Galeria: Triumph Scrambler 1200 (Salão de Milão)