Nenhum deles é veloz, mas todos parecem furiosos

Achou o visual do novo Jetta um pouco, digamos, conservador? Para mostrar que a nova geração do sedã também pode ser descolada, a Volkswagen forneceu o Jetta para três especialistas em preparação para fazerem modificações a seu gosto para o SEMA Show, em Las Vegas. Com a ajuda da Air Design USA, H&R e do entusiasta Jamie Orr, cada Jetta recebeu um visual único, que transmite a sensação do potencial de desempenho do novo sedã médio alemão.

Dos três carros preparados, o que mais chama a atenção do grupo é o Jetta feito pela Air Design USA. Desenvolvido para imitar o visual dos carros personalizados da Volkswagen da década de 1980 e 1990, este sedã branco usa um body kit com um spoiler traseiro bem sutil, rack de teto da VW e uma bela faixa lateral em três cores (vermelho, laranja e amarelo). Este design ainda é complementado pelas rodas de 19" TSW Hockenheim S e penus Falken Azenis FK510, um conjunto de suspensão Eibach e pinças de freio vermelhas. O interior com acabamento em couro preto e marrom completa o pacote.

Galeria: Air Design USA Jetta SEL

Já o Jetta R-Line H&R Special Springs é chamativo. Como o Jetta SEL Air Design USA, o modelo da H&R também usa um body kit feito pela Air Design. Porém, a H&R deu um visual mais moderno para o Jetta R-Line, colocando detalhes prateados no sedã pintado na cor laranja Habanero, um spoiler traseiro mais elevado, suspensão coilover da própria H&R e um conjunto de rodas 19" Roitform BUC que saem um pouco da lataria. Melhorias na performance incluem um conjunto de pneus Pirelli P Zero e freios dianteiros a disco de 13,4" com pinças laranja.

Galeria: H&R Special Springs Jetta R-Line

Sem dúvidas o mais controverso entre os Jettas feitos para o SEMA é o Jetta S criado por Jamie Orr. Ele usou como base a versão com câmbio manual de 6 marchas e aplicou um bodykit ECS Tuning feito em impressora 3D, um enorme spoiler traseiro e uma postura desnecessariamente agressiva. Com rodas 20" Work Emotion T5R 2P, o Jetta S também serve para mostrar os pneus da Delinte, no caso estreando os novos compostos DS8. Na parte mecânica, recebeu suspensão coilover KW Clubsport com amortecedor ajustável e discos ECs Tuning com pinças de freio Brembo de seis pistões na frente e um par de pinças do Golf R na traseira.

Enquanto o design exterior do Jetta S feito por Jamie Orr é uma questão de ame ou odeie, o interior do sedã branco é bem mais fácil de gostar graças à alavanca de câmbio da Black Forest Industries e um par de bancos Recaro A8 com acabamento preto e branco, usado também nos assentos traseiros.

Como a Volkswagen não fala sobre melhorias no motor de nenhum dos Jettas preparados para o SEMA, podemos assumir que continuam com o mesmo 1.4 TSI de 150 cv usado em toda a linha do sedã médio. Independente de gostar ou não do que fizeram com o Jetta para o evento, é bom ver que a Volkswagen não está abandonando o mercado de customização nos EUA. Ainda assim, teria sido melhor se tivesse aproveitado a chance para revelar o novo Jetta GLI com motor 2.0 TSI.

Fonte: Volkswagen

Galeria: Jetta S By Jamie Orr