Representada de forma independente desde 1950, a marca inaugurou filial por aqui em 2000

A Nissan completa nesta semana 18 anos de operações oficiais no Brasil. Representada de forma independente desde a década de 1950, a marca se estabeleceu no país como filial no dia 23 de outubro de 2000 e desde então vem se consolidando com participações crescentes no mercado. Não por acaso, a empresa comemora a data com vendas em alta no acumulado de janeiro a setembro e crescimento de 33,3% na comparação com igual período do ano passado. Já foram entregues neste ano 71.730 veículos.

Em um primeiro momento, a Nissan do Brasil atuou comercializando apenas veículos importados. No dia 20 de dezembro de 2001, foi inaugurada em parceria com a Renault a fábrica de São José dos Pinhais (PR), dentro do Complexo Industrial Ayrton Senna. Primeira unidade fabril comum do grupo no mundo, a unidade começou a produzir em 2002 a picape Frontier, seguida por outros modelos como o SUV X-Terra e as minivans Livina e Grand Livina.

Nissan Versa SL Direct

Pouco mais de uma década depois, a marca investiu R$ 2,6 bilhões para a construção do Complexo Industrial de Resende (RJ), com espaço dedicado à produção de automóveis Nissan (e não mais em parceria com a Renault). O empreendimento foi inaugurado em 15 de abril de 2014, com fábricas de automóveis e de motores. De lá saem os modelos March, Versa e Kicks, além dos propulsores flex 1.0 12V, de três cilindros, e 1.6 16V, de quatro cilindros. 

De lá para cá, o número de funcionários saltou de 200 colaboradores em 2010 para mais de 2.660 empregados diretos. Para os próximos anos, a marca concentrará apostas na introdução de veículos elétricos no mercado, tanto que o Leaf, carro 100% elétrico mais vendido no mundo, estará presente no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro.

Fotos: Divulgação

Galeria: Fabrica Nissan - Resende (RJ)