Objetivo é vender até 5 vezes mais do que o anterior

Apesar da promessa de manter referências tradicionais relacionadas à robustez e à performance off-road, o Land Rover Defender de nova geração não será nada simples ou espartano como o modelo original. Em entrevista recente concedida ao site australiano CarAdvice, o CEO do grupo Jaguar Land Rover, Ralph Speth, disse que a presença de recursos tecnológicos avançados será praticamente obrigatória no novo utilitário. "Você simplesmente não pode construir um veículo deste tipo de forma tão simplória", justificou.

Para Steph, a tecnologia será necessária não apenas para adequar a proposta do Defender à esta nova era da indústria, mas também para atingir as cada vez mais rígidas normas anti-poluição. "Eu acho muito interessante manter a proposta original com uma nova abordagem tecnológica", disse. "É relevante usar tecnologia de ponta para alcançarmos metas ambientais, não podemos continuar olhando para trás. Precisamos avançar nesse sentido", completou.

Land Rover Defender 2020 -

Questionado sobre o design, o executivo revelou que o caminho a ser seguido não será em nada parecido com o que a Mercedes-Benz fez com o Classe G - ou seja, apenas modernização das linhas. No Defender, o trabalho estético será independente e promete gerar um resultado mais profundo. Fotos publicadas recentemente dão uma boa ideia do que esperar: formato geral quadrado, linhas retilíneas e boa altura do solo. O lançamento deverá acontecer entre 2019 e 2020.

Fotos: Divulgação

Galeria: Land Rover Defender 2020 - "Flagra" oficial