Esportiva compacta ganhou novo design, painel e até suspensões invertidas na dianteira

Após renovar a MT-07, a Yamaha do Brasil deve voltar seus esforços para a atualização da YZF-R3. A esportiva compacta foi mostrada há poucas semanas no exterior com uma bela reestilização, incluindo visual cada vez mais inspirado na YZR-M1 da MotoGP e novidades técnicas para melhorar a pilotagem.

Yamaha YZF-R3 - Registro no INPI
Yamaha YZF-R3 - Registro no INPI

Agora ela já aparece no registro brasileiro do INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) - o que não chega a ser exatamente uma surpresa, visto que a R3 é uma moto bem sucedida por aqui e acaba de ganhar a (forte) concorrência da Kawasaki Ninja 400. Ou seja, é preciso manter a sintonia com o modelo lá de fora.

Yamaha YZF-R3 2019
Yamaha YZF-R3 2019

Logo na parte frontal, temos novos faróis em LED mais estreitos e em posição inclinada, apontando para uma falsa tomada de ar de central, num conjunto semelhante ao da R1. O para-brisa também foi trocado e parece ter ficado maior, ao passo que o tanque de combustível ficou mais estreito na parte onde o piloto encaixa os joelhos e mais largo na parte superior, mantendo os 14 litros de capacidade. Já o guidão ficou 20 mm mais baixo e, em conjunto com a mudança do tanque, visa deixar a posição de pilotagem mais esportiva.

 

Outra novidade fica por conta do painel, também inspirado na R1, que passa a ser totalmente digital - na atual o conta-giros é analógico. De acordo com a Yamaha, as alterações de estilo e posição do piloto também influíram na aerodinâmica, de modo que a R3 ganhou cerca de 10 km/h de velocidade máxima. 

Yamaha YZF-R3 2019

Na parte mecânica, o motor bicilíndrico de 321 cc segue inalterado, com 42 cv e 3,02 kgfm de torque, ligado ao câmbio de seis marchas. O que muda é a suspensão dianteira, que agora recebe bengalas invertidas e uma nova calibragem, para manter a estabilidade nas mais variadas condições de piso. 

No mercado internacional, a nova R3 começa a ser vendida no início de 2019. Por aqui, o mais provável é que fique para o segundo semestre, até como uma das possíveis atrações do Salão Duas Rodas. 

Fotos: reprodução e divulgação

Galeria: Yamaha YZF-R3 2019