Segunda geração do hatch de três portas tem preços a partir de 34.900 dólares

Apresentado no Salão de Detroit (EUA) no começo do ano, o novo Hyundai Veloster ainda não foi confirmado para o Brasil, embora já tenha sido registrado no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Nossos vizinhos argentinos podem ficar mais animados, pois o hatch de três portas entrou em pré-venda por lá, por US$ 34.900.

Neste ano, o Hyundai Veloster chegará à Argentina em duas versões, ambas por US$ 34.900 (o equivalente a R$ 129,9 mil). A primeira configuração é o Veloster 2.0 Tech, equipado com motor de 150 cv e 18,3 kgfm, apenas com câmbio automático de 6 marchas. Pelo mesmo preço, é possível levar o Veloster 1.6 Turbo Sport, com 204 cv e 26,7 kgfm de força e que será vendido sempre com a transmissão manual de 6 posições. A marca ainda promete lançar, em fevereiro do ano que vem, o Veloster 1.6 turbo Ultimate, mais equipado e com câmbio DCT de dupla embreagem e 7 marchas.

Na segunda geração, o Veloster ficou maior, crescendo 2 centímetros no comprimento e 1 cm na largura, o que elevou o espaço do banco traseiro em 1,5 cm. Além de adotar a nova identidade visual da empresa, seu design foi feito para melhorar a aerodinâmica, com vincos bem definidos na lateral para funcionar como cortina de ar, enquanto as colunas dianteiras foram deslocadas e o capô ficou mais comprido.

2019 Hyundai Veloster
2019 Hyundai Veloster

Para não ficar para trás da concorrência, o Veloster recebeu uma lista de equipamentos bem completa: head-up display, carregamento sem fio para celulares, central multimídia com tela de 7” ou 8” (dependendo da versão), piloto automático adaptativo e mais. Trocou a suspensão traseira de eixo de torção por uma multilink semelhante à do novo i30. E ainda tem a versão N, de 280 cv.

No Brasil, as chances do novo Hyundai Veloster ser vendido são pequenas. Além do modelo ter ficado com a imagem queimada por usar um motor mais fraco do que o divulgado oficialmente e a queda brusca do segmento dos hatches médios, o dólar alto faria com que ficasse muito caro. A Caoa, importadora oficial da Hyundai, até anunciou a venda do Veloster Turbo da geração passada, mas desistiu pouco tempo depois.

Fotos: divulgação

Galeria: Primeiras impressões: Hyundai Veloster 2019