Demanda global recuou 12,3% em setembro. Paralisação deverá durar duas semanas

O grupo Jaguar Land Rover deverá paralisar a produção de veículos na fábrica de Solihull, no Reino Unido, após amargar números negativos dos índices globais de vendas. Segundo informado, a partir do dia 22 de outubro os trabalhos nas linhas de montagem serão suspensos e as atividades serão normalizadas apenas depois de duas semanas. Na unidades são produzidos os modelos Range Rover Vogue, Range Rover Sport, Range Rover Velar, Land Rover Discovery, Jaguar F-Pace e Jaguar XE.

Jaguar F-Pace

Prejudicada por conta de mudanças tributárias e dos efeitos da guerra comercial protagonizada pelos Estados Unidos, a Jaguar Land Rover viu suas vendas na China despencarem consideráveis 46,2% em setembro. No mundo inteiro, o recuo foi de 12,3% e no acumulado do ano a queda é de pelo menos 4%.

"A demanda na China, em particular, tem sido afetada por conta de mudanças nas tarifas de importação e consequente perda de competitividade. Além disso, as negociações globais sobre possíveis acordos comerciais diminuíram as intenções de compra", explica Felix Brautigam, diretor comercial do grupo.

E comunicado, a empresa afirmou que continuará a "alinhar a oferta de modo a refletir a demanda flutuante globalmente, conforme necessário". Apesar da paralisação, não haverá demissões.

Fotos: Divulgação

Galeria: Range Rover Vogue 2018