Modelo com rodas com calotas e ar-condicionado manual custa o equivalente a R$ 63.864

Até agora, o novo Volkswagen Jetta era vendido em três versões tanto nos EUA quanto no México: Comfortline, R-Line e Highline. Agora a fabricante desce um degrau e lança a configuração mais barata do sedã médio, a Trendline. Perde alguns equipamentos para custar 331.990 pesos mexicanos, o equivalente a R$ 63.864. Em comparação, o Jetta Comfortline é vendido por 333.270 (R$ 68.453). Porém, a chance de chegar ao Brasil é pequena, já que o preço iria se aproximar muito do Virtus – que terá uma nova versão topo de linha chamada GTS, com o motor 1.4 TSI de 150 cv.

Leia também

Mecanicamente, o Volkswagen Jetta Trendline é igual aos demais, com o mesmo motor 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 kgfm, que pode trabalhar em conjunto ao câmbio automático Tiptronic ou a um manual, ambos de 6 marchas. A caixa manual não é nenhuma surpresa, já que ela também é usada pelo Comfortline no México.

Volkswagen Jetta Trendline 2019 (México)
Volkswagen Jetta Trendline 2019 (México)

A diferença está nos equipamentos. As rodas de liga leve de 16” são substituídas por rodas do mesmo tamanho feitas de aço e com calotas. O ar-condicionado é manual, assim como o Comfortline mexicano (no Brasil, ele é vendido apenas com ar digital). Manteve equipamentos como os faróis full-LED, central multimídia com tela de 6,5”, controle de estabilidade e tração, e seis airbags (frontais, laterais e de cortina).

Fotos: divulgação

Galeria: Volkswagen Jetta Trendline 2019 (México)